O navio cargueiro dinamarquês Cap San Antonio, que colidiu com o atracadouro de balsas há um mês, saiu do Porto de Santos na manhã desta quarta-feira (21). O próximo destino da embarcação é Paranaguá, no Paraná.





As possíveis causas do acidente não foram divulgadas. No dia 20 de junho, por volta das 14h, a o navio Cap San Antonio perdeu o controle e destruiu um dos atracadouro da travessia Santos-Guarujá. A embarcação estava saindo do Porto de Santos com carga de contêineres e seguia viagem para o porto de Paranaguá.





No dia seguinte, houve reflexo temporário no tempo de espera para a travessia de balsas entre Santos e Guarujá, que foi normalizado.





Não houve registro de vítimas envolvidas no incidente, dentro ou fora do navio, e o mar não foi poluído de nenhuma forma por conta da colisão.





A embarcação ficou quatro dias parada, e então retornou ao Porto de Santos para descarregar as mercadorias e passar por reparos.





Por conta do acidente, o atracadouro da barca de bicicletas não pode ser utilizado. A opção para os ciclistas foi fazer a travessia nas mesmas balsas que os carros e motos.





O caso será julgado pelo Tribunal Marítimo, o que pode levar até dois anos. Na mesma semana em que ocorreu o acidente com o navio, a Capitania dos Portos de São Paulo abriu um inquérito para identificar as causas e os possíveis responsáveis pelo ocorrido.





Assista ao vídeo do momento do acidente:






https://www.youtube.com/watch?v=8KSNx7lrdYE