A Receita Federal apreendeu cerca de 20 mil aparelhos TV Box adulterados no Porto de Santos nesta terça-feira (3). A operação aconteceu em conjunto com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).





Estes aparelhos desbloqueiam ilegalmente canais de TV por assinatura via satélite. A carga tem valor estimado em R$ 12 milhões. Os aparelhos foram adulterados de fábrica para realizar pirataria de canais pagos, filmes e outros conteúdos restritos.





A carga importada era composta pelos TV Box, receptores FTA (de sinal aberto, normalmente transmitido por satélite e algumas vezes nas bandas VHF ou UHF), sendo que todos continham software instalado destinado ao acesso ilegal e não autorizado a inúmeros canais de TV por assinatura e de outros aplicativos pagos, através de sua liberação ilegal aos sinais transmitidos por satélite.





A prática ilegal prejudica as empresas de telecomunicação e traz riscos à segurança. Alguns modelos podem provocar explosões, choques, exposição a campos eletromagnéticos acima dos limites recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e interferência em redes celulares e até no tráfego aéreo. Esses aparelhos também facilitar o acesso clandestino a dados pessoais, imagens, vídeos e informações financeiras dos usuários.