O show do cantor cearense Matuê precisou ser interrompido na madrugada deste domingo (8), em uma casa noturna no Centro de Santos, após uma pessoa na platéia realizar disparos com uma arma de fogo. Uma pessoa foi atingida.





Relatos de fãs que acompanhavam o show nas redes sociais explicam que o show corria normalmente quando barulhos de disparos foram ouvidos. Minutos depois, a Polícia Militar (PM) que fazia a segurança do evento foi avisada de que uma pessoa havia sido baleada, e o evento foi interrompido.









O público saiu do local às pressas após ouvir os disparos, e algumas pessoas relataram terem visto um rapaz baleado e pálido. Em um vídeo publicado no Twitter, é possível ouvir o momento em que a pessoa faz mais de um disparo. Assista:









Nas redes sociais, o cantor Matuê explicou a situação e disse estar bem. "A gente saiu da festa de boa. Para quem não sabe, nós fomos fazer um show agora há pouco e rolou tiroteio, maior confusão. Não sei exatamente por que, nem como foi, nem quem foi, mas a gente teve que sair porque a situação estava tensa".





Ele disse ainda que não conseguiu ouvir o barulho dos tiros, porque a música estava muito alta, e que só soube do ocorrido quando alguém de sua produção o puxou do palco. "É bizarro, aparentemente teve um sujeito que rolou uma desavença e o cara estragou o rolê de todo mundo. O show estava incrível, a vibe muito massa, estava todo mundo bem, e uma pessoa foi lá e estragou o rolê inteiro".





Matuê ainda completou dizendo que mesmo assim, pretende voltar para fazer outros shows em Santos. "Não é isso que vai mudar o meu carinho por Santos. Ainda vou voltar aí, e estou mandando força para o mano que foi baleado. Não tenho informação, mas estou mandando força e espero que dê tudo certo", finalizou.





O Santa Portal entrou em contato com a Polícia Militar e Polícia Civil, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.





A Prefeitura de Santos informou que o Samu não foi acionado. A ocorrência foi atendida pela Polícia Militar.





Em nota, a DZ9 Eventos, produtora do show, que aconteceu na casa noturna Vallum Garden, informou que a casa funcionava dentro dos requisitos legais, e que houve evacuação do local imediatamente após o ocorrido, e a vítima foi socorrida. Leia a nota na íntegra:





"Gostaríamos de informar a todos que, no momento, estamos esclarecendo os fato perante as autoridades policiais, recolhendo informações para levar aos mesmos. Ao serem apuradas e concluídas as investigações, traremos à tona o ocorrido. Portanto, não conseguimos dar muitas informações.





Importante esclarecer que a casa tinha alvará de funcionamento e localização, preenchendo os requisitos necessários. Saliente-se que em pouco tempo realizamos a evacuação total da casa, junto a saídas de emergência. A ambulância (UTI MÓVEL) contratada para permanecer no local prestou os primeiros socorros, e em poucos minutos a vítima já estava no hospital, os bombeiros e os enfermeiros que estavam na casa orientaram a todos e realizaram os primeiros procedimentos com a vítima. Os seguranças agiram no momento do disparo e estavam todos capacitados para o trabalho e em grande quantidade.





Os disparos vieram, provavelmente, de uma possível briga envolvendo um policial que estava na condição de frequentador do evento, porém não podemos dar mais informações por ainda estarem sendo apurados os fatos. Mas a casa estava com seguranças, bombeiros, enfermeiros, UTI MÓVEL e tudo para garantir um evento tranquilo, porém, por lei, não podemos impedir um policial de entrar armado. Ficamos à disposição para maiores esclarecimentos e continuaremos contribuindo com as autoridades para obter a mais rápida apuração e solução do caso."