Um rapaz de 19 anos foi morto em Guarujá após aparecer na casa da ex-namorada para tentar ver o filho, de dois meses. Durante uma briga no portão da residência, um primo da mulher teria aparecido e dado golpes de faca no pescoço e no braço da vítima. O homem teria tentado estuprar a moça no último domingo (8), e por isso estava proibido pela família de ir até o local, o que provocou a discussão.





A morte ocorreu na noite de terça-feira (10), e o boletim de ocorrência foi registrado pela polícia por volta da meia-noite desta quarta (11). O caso aconteceu no bairro Pae Cará, em Guarujá.





Segundo apurado pelo Santa Portal, a mulher teria terminado o relacionamento com a vítima recentemente, e o rapaz frequentava a casa dela para visitar o filho, de dois meses. Os dois estariam tentando reatar o relacionamento quando, no domingo, ele tentou estuprar a mulher, que conseguiu fugir. Ela não registrou boletim de ocorrência deste fato, mas explicou o ocorrido para a família, que mandou o rapaz ir embora. Os dois não se falaram mais depois disso.





Na terça-feira (10), o homem apareceu na casa, pedindo para ver a criança, fazendo um escândalo e chutando o portão. Assustada, a mulher pediu que ele fosse embora para a casa da mãe, e ligou para a ex-sogra por vídeo para mostrar o que estava acontecendo. Neste momento, o rapaz puxou o cabelo da mulher pelo portão.





Rapaz é morto por parente de ex-namorada após tentar estuprá-la em Guarujá
(Foto: Plantão Guarujá)




O tio da mulher estava próximo e segurou o rapaz, e no mesmo momento, o primo da mulher se aproximou do homem também. A mulher viu que o ex-namorado estava com a mão ensanguentada, e saiu para socorrê-lo, quando percebeu que ele havia levado uma facada muito profunda no pescoço e outra no braço. Por isso, ela relatou à polícia que o autor das facadas teria sido seu primo.





Ela ainda relatou à polícia que dentro da bolsa do rapaz havia apenas livros, roupas e um pacote de preservativo.





A Polícia Militar foi acionada para ir até o local para atender uma ocorrência de violência doméstica, sendo que encontrou o homem caído no chão com uma perfuração do lado esquerdo do pescoço ao chegar. Vizinhos tentaram socorrer a vítima até a chegada das autoridades. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado.





O Samu e o Corpo de Bombeiros foram até o local e tentaram reanimar o rapaz, mas ele morreu no local. Depois, houve a chegada da perícia, Polícia Civil, equipe de Homicídios e o carro de cadáver.





O corpo foi levado ao IML para exame necroscópico que irá apurar a causa da morte.