Em constante evolução, Praia Grande é a cidade que mais cresce na região, sendo também um dos destinos turísticos mais procurados do Brasil. Como toda cidade, Praia Grande (emancipada há 54 anos) possui inúmeras curiosidades. Confira cinco delas, listadas abaixo:





VEREADOR 'TATICO' E A RODOVIÁRIA QUE LEVA SEU NOME









Há um hábito muito comum entre praia-grandenses e visitantes, que é denominar o terminal rodoviário e urbano da Vila Mirim de "tático" (relativo ou pertencente a tática). O correto é Tatico, apelido do ex-vereador de Praia Grande, Francisco Gomes da Silva.





O ex-vereador veio do Ceará para Praia Grande, onde trabalhou em diversas profissões, ficando sempre conhecido pelo seu jeito caridoso e por sempre estar disposto a ajudar quem precisava, até que se viu inserido na política municipal.





Vereador de dois mandatos, Francisco, faleceu em 1995. Considerado símbolo de força, determinação e grande valentia, Tatico foi criador de projetos com esporte e lazer para crianças das escolas da Cidade, além do Passeio Ecológico e da tradicional Festa de Natal.





O VERDADEIRO NOME DA PONTE DO MAR PEQUENO









A popular "ponte do mar pequeno", que faz divisa entre Praia Grande e São Vicente, se chama, na verdade, ponte Deputado Esmeraldo Tarquínio. A construção, considerada propulsora do desenvolvimento de Praia Grande, homenageia um dos mais ferrenhos opositores da emancipação político-administrativa de Praia Grande.





Esmeraldo (1927 - 1982) foi um importante político na região, tendo sido vereador, deputado estadual e prefeito de Santos (onde não assumiu o cargo por conta do regime militar, que cassou seu mandato pouco mais de um mês antes da posse), foi também advogado, jornalista e despachante aduaneiro.





O IMPONENTE NETUNO DA CIDADE OCIAN









A estátua de Netuno, o Deus romano dos mares, feita em bronze, tem sua construção datada em 1956, junto com a construção de 22 prédios com 1.350 apartamentos pela empresa "Organização Construtora e Incorporadora Andraus LTDA", que deram origem ao bairro Cidade Ocian.





Originalmente, sua cor era bronze, e não verde. Entretanto, com o passar dos anos, a umidade vinda do mar fez com que a estrutura do monumento se oxidasse, alterando sua cor original.





OCIAN É RELATIVO A MAR? A RESPOSTA É NÃO!









OCIAN é a sigla da empresa "Organização Construtora e Incorporadora Andraus LTDA", responsável pela construção de um dos primeiros bairros da cidade. A empresa era dos irmãos Roberto e René Andraus, e sua sede ficava na capital paulista. Nicolau Paal, que fazia parte da empresa, foi nomeado Interventor Federal em Praia Grande, logo após a emancipação da cidade. Leopoldo Estásio Vanderlinde, primeiro vice-prefeito e segundo prefeito eleito da cidade, também fez parte da OCIAN e colaborou nas obras do empreendimento.





BAIRRO GUILHERMINA... PORQUE SE CHAMA ASSIM?









O bairro Guilhermina começou como um loteamento, em 1925. Esse loteamento tinha, entre os donos, os irmãos Guilherme e Arnaldo Guinle. A família Guinle era proprietária da Companhia Docas de Santos e iniciou a obra do cais santista. O nome do bairro é uma homenagem à mãe dos dois irmãos, Dona Guilhermina.