Gilze Francisco, do Instituto Neo Mama, morre aos 60 anos de covid-19Reprodução/Santa Cecília TV

SANTOS - A presidente do Instituto Neo Mama, Gilze Maria da Costa Francisco, morreu neste sábado (1º) de covid-19. Gilze, que tinha 60 anos, estava internada na Santa Casa de Santos lutando contra a doença.

Segundo a família de Gilze Francisco, essa foi a segunda vez que ela foi contaminada pelo novo coronavírus. Antes, ela havia tido a doença em julho de 2020.

Gilze estava internada desde o dia 6 de abril na UTI da Santa Casa para tratamento contra a covid-19. O seu caso era considerado grave e o quadro clínico dela havia piorado nos últimos dias.

Para ajudar Gilze Francisco e tantas outras pessoas que necessitam, o Neo Mama estava promovendo uma campanha de doação de sangue.

Gilze deixa o marido, José Luiz, além da filha Mariana e dos netos Felipe, Gabriel e Júlia.

Trajetória
Fundadora e presidente do Instituto Neo Mama, Gilze Francisco ajudou muitas mulheres a superarem o câncer de mama. Enfermeira de formação, ela já ajudava pacientes com essa doença antes mesmo da fundação do instituto, quando desenvolveu o site www.cancerdemama.com.br . Ela também teve câncer de mama e, ao ver que a internet tinha poucas informações sobre a doença, resolveu ajudar outras mulheres.

Devido ao reconhecimento do seu trabalho a frente do Instituto Neo Mama, foi selecionada pela entidade norte-americana “Susan G. Komen For The Cure” a participar da “Global Initiative For Breast Cancer Awareness”, Iniciativa Global de Conscientização Sobre o Câncer de Mama para minimizar o número de mortes pela doença, que está sendo realizada nos seguintes países: México, Costa Rica, Panamá, Ucrânia, Romênia, Jordânia, Emirados Árabes Unidos, Arábia Saudita e Brasil.

Em 2007 ela introduziu no Brasil o movimento popular mundial de conscientização do câncer de mama, denominado "Outubro Rosa" onde a Fortaleza da Barra em Santos foi o primeiro monumento a ser oficialmente iluminado em rosa. A ação se espalhou pelo país e, atualmente, o Outubro Rosa é celebrado em todo o Brasil.

Gilze também era apresentadora do programa Um Toque Pela Vida, da Santa Cecília TV.