Professor de 63 anos é o primeiro profissional da Educação vacinado em São VicenteDivulgação/Prefeitura de São Vicente
SÃO VICENTE - Às 9h em ponto desta segunda-feira (12), e sob uma salva de palmas, o professor de Geografia, Geraldo Luiz Bueno Sampaio, de 63 anos, foi o primeiro profissional da Educação a receber a primeira dose da vacina contra a covid-19, em São Vicente.

Morador do Gonzaguinha, ele leciona há 38 anos e garantiu que, mesmo imunizado, vai manter-se cauteloso. “Estou um pouco aliviado, mas ainda não dá para comemorar”, disse o educador, que há duas semanas perdeu a irmã para a doença.

Diretora da EMEF José Meirelles (Quarentenário), Sônia de Araújo, 61 anos, também se fez presente no posto de atendimento. “A expectativa foi muito grande e agora começo a ficar aliviada. Fiquei uma semana ansiosa”, revelou.

Há 24 anos atuando na EMEF União Cívica (Parque São Vicente), a professora Ruth Martins Anguera, 61 anos, não escondeu o sentimento. “Estou muito emocionada. Gostaria que todos os brasileiros pudessem ser vacinados hoje, como eu”, desabafou.

Os gestos também “falam” neste momento de tamanha importância para a valorização da vida. O repórter cinematográfico Leonardo Huber registrou as imagens da educadora Maria Inez Alves Ramos, 66 anos, fazendo o sinal da cruz enquanto recebia a dose. Professora da EMEF Vera Lúcia Machado Massis (Náutica), ela utilizava uma máscara com o símbolo da Mulher Maravilha e a inscrição de “superprofessora”.

noticia2021412436850.jpg
Foto: Divulgação/Prefeitura de Sâo Vicente

Dia de Esperança
A secretária de Educação, Nivea de Cássia Marsili, acompanhou os trabalhos da equipe da Secretaria de Saúde (Sesau) e ressaltou a importância da imunização de professores. “É um dia de esperança, de alegria e que nos permite sonhar com as escolas novamente cheias de crianças, o quanto antes. É, realmente, emocionante”.

Assim como a secretária de Educação, o prefeito Kayo Amado também acompanhou os trabalhos. “Este é um exemplo da valorização da Educação. Estávamos na expectativa desse momento tão importante”.

No total, serão atendidos nesta primeira etapa 2,4 mil professores e profissionais da Educação, com idade a partir de 47 anos.

Podem ser imunizados aqueles que atuam nas unidades de Educação Básicadas redes pública (municipal e estadual) e particular, com funções como secretários, auxiliares de serviços gerais, faxineiras, mediadores, merendeiras, monitores, cuidadores, diretores, vice-diretores, professores de todos os ciclos da educação básica e coordenadores pedagógicos.

As doses estão disponíveis para o público-alvo no 39º Batalhão da Polícia Militar – Interior (Av. Capitão Luis Pimenta, 811 – Parque Bitaru), das 9h às 15h, seguindo o cronograma:

Segunda-feira (12) - 61 anos ou mais

Terça-feira (13) - de 58 a 60 anos

Quarta-feira (14) - de 54 a 57 anos

Quinta-feira (15) - 51 a 53 anos

Sexta-feira (16) - 47 a 50 anos

No comparecimento ao posto de vacinação, é necessário apresentar documento de identificação com foto, CPF e o comprovante de autorização enviado por e-mail (impresso ou no celular).

Cadastro
Para garantir a imunização, é preciso preencher um cadastro no link vacinaja.sp.gov.br. Somente com esse credenciamento é que professores e funcionários de escolas municipais, estaduais e particulares de São Vicente serão vacinados.

Após fornecer alguns dados pessoais, um link enviado ao e-mail fornecido deve ser validado para continuar o cadastro. É importante verificar se a mensagem não foi deslocada para a caixa de spam.

No passo seguinte, o profissional precisa confirmar os dados pessoais, apontar o nome da escola, a rede de ensino, o município e o cargo ocupado, além de anexar os holerites de fevereiro e março.

Por último, o cadastro passará por um processo de análise e, quando validado, o profissional receberá por e-mail o comprovante VacinaJá Educação, com um QRCode para verificação de autenticidade.

noticia202141223030.jpg
Foto: Divulgação/Prefeitura de São Vicente