Irmã de Paulo Gustavo critica divulgação de informações falsas sobre saúde do atorReprodução/Instagram
CELEBRIDADES - A irmã do humorista Paulo Gustavo, 42, Ju Amaral, usou o Instagram para repudiar notícias mentirosas que estão sendo propagadas a respeito do estado de saúde do ator, que está hospitalizado com Covid-19.

"Imagine-se passando pelo momento mais difícil da sua vida, no qual seu irmão, a pessoa mais importante para você, está lutando pela vida", iniciou o relato compartilhado na noite deste domingo (11).

"Você precisa ser forte, tirar forças de lugares que nem sabia que tinha, para apoiar a sua mãe, uma senhora de idade que teme pela vida de seu filho. Agora, imagine-se passar por isso, tendo que constantemente ler notícias enganosas, como por exemplo, que seu irmão perdeu a batalha", desabafou Amaral, afirmando que entende que milhares de famílias estão passando pela mesma situação que a dela e fazendo um pedido à imprensa.

"Suplico aos jornalistas, que tenham empatia e deixem de espalhar notícias falsas buscando ganhar cliques ou visibilidade às custas de nossa angústia e a dos fãs. Cada mensagem ou ligação que recebemos de algum parente ou amigo que leu alguma fake news, buscando esclarecer os fatos, vem como uma flecha em nossos corações, já tão aflitos", lamentou a irmã de Paulo Gustavo.

"Meu irmão vai voltar! Ele vai vencer esta luta, e se Deus quiser, logo voltará a fazer aquilo que faz de melhor: trará alegria para as casas de todos vocês. Tenhamos humanidade, tenhamos empatia. Força irmão, vc já conseguiu. Te amo pra sempre. Só vem!", finalizou Amaral.

A mensagem foi postada pouco tempo depois da divulgação do boletim médico apontar piora no estado de saúde do artista. "A situação clínica do paciente é crítica e todos os profissionais têm se empenhado incessantemente pela sua recuperação", diz a nota.

De acordo com o comunicado, "as diversas complicações pulmonares já demandaram procedimentos invasivos como broncoscopias, pleuroscopias e colocação de dispositivos intrapulmonares". "Às fístulas bronco-pleurais identificadas e tratadas somaram-se a complicações hemorrágicas, mas que vêm respondendo, de certa forma satisfatória, à reposição dos fatores da coagulação deficitários", explica a nota.

O ator e humorista está internado desde o dia 13 de março em um hospital do Rio de Janeiro, após receber diagnóstico de Covid. Desde o dia 21 de março, ele também estava respirando com ajuda de ventilação mecânica, ou seja, intubado.

Ele chegou a apresentar sinais de melhora, mas acabou tendo um agravamento no quadro clínico. Por causa disso, ele agora está respirando com a ajuda de ECMO (oxigenação por membrana extracorpórea), equipamento que age como um pulmão artificial e oxigena o sangue fora do corpo.