Museu do Café comemora 23 anos com visita especial e orientações de baristaFrancisco Arrais/Prefeitura de Santos

SANTOS - Principal referência na preservação da história e da cultura do grão no Brasil e uma das mais importantes atrações turístico-culturais de Santos, o Museu do Café inicia, no próximo dia 12, a programação comemorativa aos seus 23 anos de criação.

A visitação é gratuita às áreas expositivas na data de abertura da programação e atividades presenciais e on-line. O museu é parceiro da Seectur (Secretaria de Empreendedorismo, Economia Criativa e Turismo) em diversas ações e programas.

A live ‘Conhecendo os Calixtos’ abre o roteiro de aniversário, dia 12, às 10h, quando a educadora Gabriela Andrade entrará ao vivo no Instagram do Museu para oferecer um tour especial ao público em casa. Nesse passeio, o foco serão os trabalhos do artista Benedicto Calixto, que compõem o imponente Salão do Pregão, espaço onde eram realizadas as negociações envolvendo a cotação do grão.

Dica do Barista
Ainda na lista de atrações, a ‘Dica do Barista’ será realizada de forma itinerante, com os especialistas da casa levando orientações sobre o preparo do café a vários pontos da região – a atividade é gratuita e sem necessidade de prévia inscrição.

Sempre às 14h, a ação será levada ao Orquidário de Santos no dia 12; à Pinacoteca Benedicto Calixto no dia seguinte, e, no dia 14, os profissionais ensinarão segredos para o preparo da bebida na feira criativa VillarejoArt, a ser realizada junto ao Santos Convention Center, na Ponta da Praia.

A equipe da instituição seguirá todas as medidas de segurança durante a programação, como o uso de máscara e a disponibilização de álcool em gel.

Dia da Mulher
O Museu do Café programou para próxima segunda (8), uma live no Youtube em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. A atividade, realizada em parceria com o Museu da Imigração (MI), visa estimular a reflexão sobre questões de gênero, um dos eixos centrais para as ações de ambas as instituições este ano.

A conversa contará com a participação da professora doutora Maria Izilda Santos de Matos e da pesquisadora Angélica Beghini, do MI. A mediação estará a cargo do historiador do Museu do Café Bruno Bortoloto. Os convidados abordarão o uso de fontes para o estudo migratório e do café, assim como a presença das mulheres nos acervos dos dois patrimônios.