Motoristas de aplicativo realizam paralisação na Baixada SantistaImagem ilustrativa/Unsplash

BAIXADA SANTISTA - Motoristas de aplicativos da Baixada Santista irão paralisar o serviço nesta terça-feira (23), a partir das 7h. Ação será um protesto contra as taxas cobradas pelos serviços sobre as corridas que, segundo os motoristas, chegam a até 50% do valor, além da alta no valor do combustível.

A categoria reivindica o aumento do valor por km rodado, além do fim de promoções dos aplicativos que acabam pesando no bolso dos trabalhadores.

O motorista Clayton Domingues, de Santos, conta que a paralisação também acontecerá em diversas cidades do país. A expectativa é de que, dos mais de 6 mil motoristas de Santos, cerca de 2 a 3 mil participem da manifestação nesta terça.

“Nós vamos fazer uma paralisação pacífica, sem bagunça, devido o aumento dos combustíveis e também referente às plataformas, que lançaram o 99 Poupa e Uber Promo, que são corridas com valores bem abaixo do mercado. Faz cinco anos que não aumentam os valores para a gente, e com esse aumento do combustível está muito difícil trabalhar”, explica.

Ele ainda diz que a pandemia de covid-19 aumentou o número de motoristas de aplicativo devido ao desemprego. “Muitas pessoas usam carros locados, e estão tendo que devolver. Tiraram o sustento deles. Por conta desse aumento, muitos e muitas estão entregando os carros, isso é a nível nacional”.

Clayton é um dos administradores de grupos do Whatsapp de motoristas da Baixada Santista, ele estima que metade dos motoristas da região devam participar da paralisação, pelo menos até o período da tarde.

Comparativamente, ele diz que o valor da gasolina está em torno dos R$ 5,00, e a corrida mais barata a ser feita no aplicativo que usa para trabalhar é no valor de R$ 4,50. “Então o motorista acaba pagando para trabalhar. Por isso que muitos passageiros acabam não sendo atendidos, infelizmente temos que escolher as corridas para aumentar os ganhos. As contas continuam vindo, os aplicativos têm que achar um meio de nos dar dignidade”.

O #Santaportal entrou em contato com três empresas de carros por aplicativo, mas nenhuma retornou até a publicação desta reportagem.