Funcionárias são agredidas por clientes em lanchonete de fast food; vídeosReprodução

VIOLÊNCIA - Vídeos que circulam pelas redes sociais flagram o momento em que atendentes de uma rede de fast food são agredidos por clientes que perdem a paciência. A confusão começou quando uma cliente discutiu com uma das atendentes no balcão, e depois partiu para agressões físicas junto de outros clientes.

O caso aconteceu na Zona Leste de São Paulo, e a polícia registrou o crime como dano e lesão corporal. A Polícia Civil investiga o caso e solicitou exames periciais ao Instituto Médico Legal (IML).

Clique aqui para ver o primeiro vídeo.

As funcionárias relataram que foram agredidas pelos clientes, e a confusão virou uma briga generalizada. Elas chegaram a ser encaminhadas a uma unidade de saúde para receberem atendimento médico.

O garoto que aparece nos vídeos mostrando a briga é um estudante de 17 anos, segundo informações do G1. Ele relatou à Guarda Civil Metropolitana (GCM) que estava com a namorada e o irmão quando foi reclamar da demora do pedido. Ele diz que uma das funcionárias fez um gesto com o dedo, o que teria dado início à briga.

Clique aqui para ver o segundo vídeo.

Em nota enviada ao #Santaportal , o Burger King esclareceu que já tomou as devidas providências sobre o ocorrido na unidade da Radial Leste. Leia na íntegra:

"Com relação ao ocorrido na madrugada deste sábado em nossa unidade da Radial Leste, o Burger King esclarece que está colaborando com as investigações para garantir que as medidas cabíveis sejam tomadas. A companhia já abriu boletim de ocorrência e busca a responsabilização dos envolvidos. Repudiamos a violência, a depredação e a ausência do respeito – esse que é o princípio de todas as relações humanas."