Festa de 15 anos em clube tradicional causa aglomeração e imagens viralizam nas redes sociaisReprodução/redes sociais
VIRALIZOU - Uma festa de 15 anos santista viralizou nas redes sociais Brasil afora. Com imagens divulgadas no perfil @BrasilFedeCovid, de 271 mil seguidores no Instagram, o aniversário que aconteceu na noite do sábado (9) chamou atenção negativamente para o município.
A publicação ultrapassou a marca de 1,5 mil comentários, muitos deles pressionando o prefeito Rogério Santos (PSDB) a se posicionar sobre o caso.

“Obrigado a todos que me marcaram nessa publicação. Vamos tomar as providências cabíveis sobre este evento. Já solicitei às equipes da Prefeitura para que adotem as medidas legais”, respondeu o prefeito.
Segundo ele, “é importante a participação da população no sentido de fiscalizar e denunciar, mas o principal é a conscientização da população em não realizar eventos e festas deste tipo sem que haja distanciamento e uso de máscaras, medidas sanitárias essenciais”.
“Neste momento, precisamos da colaboração e entendimento de todos para o sucesso no controle da pandemia”, completou.

Fase Amarela
Na atual classificação do Plano São Paulo – que rege as medidas de prevenção à pandemia da Covid-19 nas cidades paulistas –, a Baixada Santista tem autorização para funcionamento de espaços comerciais de todas as categorias por até oito horas diárias.
Em termos de ocupação, os locais podem preencher até 40% da capacidade total. Ou seja, um salão que antes receberia 500 pessoas, agora deve limitar-se a 200.
Também é obrigatório o uso de máscaras, mesmo em eventos sociais. Com exceção, apenas, ao momento do consumo de comidas ou bebidas.

Campanha de vacinação
Em exatos 15 dias, na segunda-feira 25 de janeiro, Santos começa a campanha municipal de vacinação contra a Covid-19.
Na primeira etapa, a Cidade prevê a imunização de 104.419 pessoas, sendo 23.885 trabalhadores da saúde e 80.534 idosos.
Entre as cinco regiões (Região Central, Zona Noroeste, Morros, Área Continental e orla), o atendimento será realizado em 31 policlínicas.
Segundo a Prefeitura, já foram investidos R$ 730.113,90 em insumos, considerando as duas doses de vacina. Também foram contratados 179 profissionais extras, como prestadores de serviço, para ampliar o efetivo da Saúde.

Contaminação
Segundo os estudos, o grau de contaminação pode ser de até um para dez. Ou seja, considerando um evento em que o vírus atinja 200 moradores, esse grupo pode transmitir a até 2 mil outras pessoas.
A base atual no Brasil ainda é referente à primeira cepa do vírus, desconsiderando a mutação. Segundo lembra a infectologista Elizabeth Dotti, o número pode ser ainda maior. “A gente ainda não sabe o quanto essa variante, altamente transmissível, vai afetar o cálculo. Possivelmente, até dobrando esses números”.
Para ela, “A gente fica muito frustrado com esse comportamento. Porque enquanto países como Inglaterra e Alemanha se preparam para fazer novos lockdowns e fechar tudo outra vez, o comportamento do brasileiro é totalmente o oposto. Como se nada disso estivesse acontecendo”.
Segundo ela, o principal problema é o da impunidade. “Enquanto as pessoas negarem, pode ter máscara, pode ter vacina... Vai continuar tudo igual. Sem punição, não muda o comportamento”.

Resposta
Procurado, o clube Saldanha da Gama, sede do evento, não respondeu o contato do Santaportal.
A Prefeitura de Santos informa que não recebeu denúncia pelos canais oficiais (153 e Ouvidoria) e que o clube sofrerá medidas fiscalizatórias.
Já a empresa Encanto Produções, realizadora da festa, atendeu à reportagem, no entanto não quis se manifestar. Outros prestadores de serviço, como maquiador e DJ também foram procurados, ainda sem retorno.
Por fim, o Santaportal buscou contato com a família da debutante, mas não obteve retorno.