Globo é condenada a indenizar primeira vencedora do Caminhão do FaustãoReprodução
GLOBO - O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) condenou a TV Globo a pagar R$ 65,6 mil a Isabel Guedes Secco, primeira ganhadora do Caminhão do Faustão. Ela entrou na Justiça porque, em 2015, o programa fez uma homenagem ao primeiro vencedor da promoção, mas acabou premiando outra pessoa.

A informação é do colunista Rogério Gentile, do UOL. Ainda cabe recurso no processo, que corre em segredo de Justiça. A reportagem entrou em contato com a Globo, mas a emissora não se manifestou nem disse se irá recorrer da decisão até a publicação deste texto.

O Caminhão do Faustão estreou em 1989, ano em que o programa de Fausto Silva entrou no ar. Nele, as pessoas premiadas recebiam um caminhão cheio de presentes em casa.

Secco afirma que era a "legítima merecedora dos prêmios" que foram entregues no programa de 2015. Na ocasião, o mecânico de barcos Fernando Jacometti foi quem apareceu como o primeiro vencedor da promoção.

Danton Mello foi até a casa dele com um novo caminhão, com diversos equipamentos e um carro. "Que esse presente te traga muitas alegrias", disse o ator.

Na defesa, a Globo disse que a intenção era homenagear "um dos primeiros" vencedores e que Jacometti foi escolhido por sua "emocionante trajetória pessoal e de interesse coletivo". Contudo, Faustão disse cinco vezes durante a homenagem que o mecânico de barcos era "o primeiro ganhador do Caminhão do Faustão". Além disso, o site da emissora também registrou o fato.

Caso não recorra da decisão, a Globo precisará dar a Secco os mesmos prêmios que deu a Jacometti ou o valor equivalente (R$ 65,5 mil), além dos juros.