Centro de Atividades Turísticas de Santos ganha painel com símbolos históricos da CidadeDivulgação

SANTOS - O Centro de Atividades Turísticas (CAT), na Ponta da Praia, em Santos, ganhou um painel estilizado. A obra é assinada pelo artista Eduardo Kobra. O resultado foi vistoriado neste sábado (17) pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa.

No painel estão retratados símbolos históricos da Cidade: a Bolsa do Café, o Bondinho, o Rei Pelé com a camisa da seleção brasileira e o Porto de Santos.

As obras no local já estão em seus últimos ajustes e o equipamento deve ser entregue na segunda quinzena de outubro. O CAT faz parte do projeto Nova Ponta da Praia, que incluiu, entre outras obras, o Novo Mercado do Peixe, inaugurado no mês passado e o Deck dos Pescadores.

De acordo com informações da Prefeitura de Santos, antes da entrega do novo equipamento, o edifício localizado na Ponta da Praia ainda deverá passar por vistoria do Corpo de Bombeiros.

Neste momento, as obras estão em fase de acabamentos, com revestimento das fachadas. Diferentemente do Centro de Convenções que será desativado no Campo Grande, este será público (municipal), com a vantagem de ser totalmente climatizado, abrangendo uma maior variedade de eventos, incluindo aqueles que exigem controle da temperatura.

No antigo espaço, todos os veículos eram estacionados em local aberto. No CAT, haverá 380 vagas cobertas, somadas a outras 20 da Praça Almirante Gago Coutinho.

Os dois espaços principais do novo CAT são o pavilhão de feiras e exposição, com 8,5 metros quadrados e o salão de convenções e shows, com 4,5 mil metros quadrados, tamanho idêntico ao do Mendes Convention Center. Completam a estrutura um estacionamento com 380 vagas e um heliponto na cobertura.

O pavilhão de feiras e exposições tem capacidade para 4 mil pessoas (em casos de feiras com estandes montados). Já o salão de eventos comporta até 3,2 mil pessoas (em casos de apresentações musicais).

O projeto da praça de contemplação, que ficará onde era o Mercado de Peixe, está em fase final, com pavimentação das calçadas.

A licitação, para saber qual empresa irá gerir o Centro está em fase de recursos, com uma empresa já habilitada.