Robinho tem seu contrato com o Santos suspensoIvan Storti/Divulgação Santos FC

SANTOS FC - O Santos Futebol Clube e o atacante Robinho anunciaram no começo da noite desta sexta-feira (16) a suspensão do contrato do jogador com o Peixe. O Rei das Pedaladas tinha assinado um vínculo de cinco meses com a equipe.

O clube e o atleta informam que, em comum acordo, resolveram suspender a validade do contrato firmado no último dia 10 de outubro para que o jogador possa se concentrar exclusivamente na sua defesa no processo que corre na Itália.

Por meio de suas redes sociais, Robinho se manifestou sobre a sua saída do Santos. ”Galera, aqui é o Robinho. Com muita tristeza no coração, venho a falar a vocês que tomei a decisão, junto com o presidente (em exercício, Orlando Rollo), de suspender o meu contrato, nesse momento conturbado da minha vida. O meu objetivo sempre foi ajudar o Santos Futebol Clube, mas se de alguma forma estou atrapalhando é melhor que eu saia e foque nas minhas questões pessoais. Aos torcedores do Peixão e para as pessoas que gostam de mim, com certeza vou provar para vocês a minha inocência. Um abraço”, disse.



A decisão de suspender o contrato de Robinho foi tomada após uma grande pressão de torcedores, conselheiros e patrocinadores, após a publicação de uma reportagem do portal GE, do Grupo Globo, com trechos da sentença da Justiça italiana sobre o processo, no qual o atleta foi condenado em primeira instância a nove anos de prisão por violência sexual em grupo contra uma jovem de origem albanesa.

O acordo inicialmente firmado entre Robinho e o Peixe era válido até o fim do Campeonato Brasileiro, em fevereiro de 2021.

O salário, segundo o clube, seria simbólico: R$ 1.500 por mês. Porém, o acordo também envolvia outros ativos de performance, prevendo bônus de R$ 300 mil após dez partidas disputadas e outros R$ 300 mil depois de 15 jogos. Esses valores, entretanto, seriam pagos apenas no próximo ano.