Ciclone bomba traz rajadas de vento de até 70 km/h na Baixada SantistaAndressa Lara/Santa Cecília TV

MUDANÇA NO TEMPO - A formação de um ciclone bomba sobre o mar, na altura da costa do Sul do Brasil, promete trazer rajadas de vento de até 70 km/h, para a Baixada Santista. De acordo com informações do instituto de meteorologia Climatempo, depois de um dia quente em toda a região, a expectativa é de que pancadas de chuva já ocorram na noite desta segunda-feira. A passagem de uma frente fria pelo Litoral também derrubará a temperatura em até dez graus nesta terça-feira (15).

Conforme o Climatempo, os ciclones extratropicais são áreas de baixa pressão atmosférica e são muito comuns na América do Sul. Em geral, estão associados a frentes frias. O ciclone bomba também irá provocar agitação marítima, mas conforme o Núcleo de Pesquisas Hidrodinâmicas da Unisanta, não há previsão de ressaca para a região. 

Queda na temperatura

Na manhã desta segunda-feira, um forte nevoeiro encobriu a região. O fenômeno, segundo o Climatempo, aconteceu devido à diminuição da temperatura sobre o oceano. A neblina chegou a causar a paralisação da travessia de balsas e barcas nesta manhã. 

Com o nevoeiro dissipado ainda durante a manhã, a temperatura voltou a subir na região. Em Santos, os termômetros chegaram a marcar 34ºC. A expectativa, porém, é que já no fim do dia, com o deslocamento de uma frente fria, a temperatura volte a cair. Pancadas de chuva e rajadas de vento já são esperadas para a noite desta segunda.

Ainda conforme o Climatempo, na terça-feira, a máxima prevista para Santos é de 22ºC. Além do ar estar mais úmido e frio, pancadas de chuva de fraca a moderada também são esperadas. Já as rajadas de vento ocorrerão com menor intensidade, podendo alcançar entre 50 e 60km/h.

Já na quarta-feira, apesar da expectativa de névoa ao amanhecer, a temperatura volta, aos poucos, a subir. Neste dia, a máxima esperada é de 26ºC. Na quinta-feira, os termômetros em Santos também marcarão máxima de 30ºC. Porém, com a passagem de outra frente fria na região, o tempo quente deverá dar lugar a dias nublados, frios e chuvosos ao longo do fim de semana.

Nuvem rolo

No final da tarde de sábado (12), uma nuvem escura pôde ser vista em cidades da Baixada Santista. Esse fenômeno da natureza é conhecido como “nuvem rolo”.

De acordo com o meteorologista Marcelo Pinheiro, a nuvem é rara. Segundo ele, a formação deste tipo de nebulosidade ocorreu em virtude da combinação da massa de ar quente, que predominava no Espírito Santo, e a aproximação da frente fria na costa do estado. Tudo isso somado à diferença de temperatura e umidade, e o vento que soprava em diferente direção ao longo de uma camada vertical da atmosfera. 

“Este tipo de formação pode atingir mil quilômetros de comprimento e de 1 a 2 quilômetros de largura a uma altitude entre 100 e 200 metros, sendo assim considerada baixa. A nuvem rolo pode se deslocar com velocidade de até 60km/h, o que provoca rajadas de vento em superfície. A nuvem vai se dissipando à medida que atmosfera entra em equilíbrio”, afirma o especialista.