Juiz revoga decisão de rescisão de contrato e Sasha volta a ser jogador do SantosIvan Storti/Divulgação Santos FC

SANTOS FC - O atacante Eduardo Sasha voltou a ter vínculo com o Santos. Neste sábado (1º), o juiz Carlos Ney Pereira Gurgel, da 6ª Vara do Trabalho de Santos, publicou um despacho revogando sua decisão anterior de conceder a rescisão indireta do atleta com o clube.

Gurgel afirmou ser suspeito para julgar o caso. Na última sexta-feira (31), após liberar o atacante, surgiram nas redes sociais fotos do juiz com a camisa do Atlético-MG, time interessado no jogador.

"Neste ato, para que se preserve a legitimidade das decisões judiciais, bem como para que não paire dúvidas quanto à lisura do presente processo, revogo a decisão e me dou por suspeito por motivo de foro íntimo, na forma do art. 145, §1º do CPC. Remetam-se os autos ao meu substituto legal", afirmou o documento.

Sasha, que tem contrato com o Santos até o fim de 2022, entrou na Justiça há duas semanas, pedindo R$ 15.532.467,00 pela falta de pagamento dos salários e dos direitos de imagem, além da falta de recolhimento do FGTS. Um novo juiz deverá apresentar um veredicto.

Nesta temporada, o atacante participou de 10 dos 12 jogos do Santos no ano, marcando dois gols. Em 2019, ele fez 49 jogos, com 14 gols marcados. O clube santista adquiriu 100% dos direitos econômicos de Eduardo Sasha neste ano, que chegou em troca com o lateral-esquerdo Zeca no Internacional-RS, em investimento de cerca de R$ 12 milhões na contratação.