Cubatão: Festival Música na Serra Virtual começa nesta segunda-feiraDivulgação/Cubatão Sinfonia

MÚSICA - O Programa Cubatão Sinfonia realiza na próxima semana mais uma edição do Festival Música na Serra. De segunda (27) a sexta (31), a partir das 18h30, na página oficial do Programa no Facebook e no Youtube, vai ter música, oficinas culturais, bate-papo e depoimentos de artistas reconhecidos nacionalmente. Promovido totalmente on-line por conta da pandemia, a ideia é divulgar o trabalho e oferecer uma atividade extra aos alunos.

Qualquer pessoa pode acompanhar os eventos, porém os estudantes e convidados que desejarem obter certificado de participação das oficinas, devem fazer inscrição pelo link: https://forms.gle/UviRqjnvVfxUL3xt7 .

Na segunda-feira (27) haverá “Contação de Histórias”, com Nalva Leal, e audição dos alunos de sopro e cordas. Já na terça-feira (28) o destaque é um tour virtual pelo Ateliê La Casita, recheado de muita arte plástica, ilustração e esculturas. Os artistas Nice Lopes e Gabriel Montenegro mostrarão um pouco do local. Haverá também apresentações musicais dos alunos do Programa e depoimento do maestro Roberto Farias, cubatense reconhecido em todo o mundo.

Na quarta (29), vai ter oficina de recorte e desenho com o artista Felipe Blanco, radicado na Bahia, além de apresentações musicais. A noite termina com um tour virtual pela sede do Programa Cubatão Sinfonia, comandado pelo coordenador de atividades Alexandre Las. Na quinta-feira (30), abertura com depoimento da Silvia Maria Silva Santos, criadora da Linha de Frente da Banda Musical de Cubatão, pioneira na criação da atividade no País. Na sequência, a coreógrafa Luciana Las fala sobre a criação artística da dança sobre cadeira de rodas. Os estudantes encerram a noite cultural novamente.

O último dia do Festival (30) reserva bate-papo com o cantor Fernando Pompeu e vídeos-depoimentos de artistas importantes para o cenário nacional: o ator santista Alexandre Borges e o também ator Bruno Fracchia e um dos autores da sinopse da novela Fina Estampa que está sendo reapresentada na Rede Globo.

“Queremos oferecer atividades de qualidade para nossos alunos. Estarmos distantes fisicamente não vai impedir de estarmos próximos neste lugar lúdico que só a Arte é capaz de proporcionar”, ressalta Leandro Sampaio, coordenador geral do Cubatão Sinfonia. Ele lembra que o Festival acontece há 10 anos.

As atividades presenciais do projeto estão suspensas desde o último mês de março, cumprindo a agenda de distanciamento social como medida de prevenção ao novo coronavírus. Desde o mês passado os estudantes têm aulas on-line por meio de aplicativos da Internet, podendo acompanhar as aulas de computadores de mesa, notebooks e até mesmo do celular.

Além do material didático, elaborado especialmente para esse momento, há vídeos explicativos gravados pelos 10 professores do projeto com ensinamentos de música e expressão corporal na teoria e prática, disponíveis no canal do projeto no YouTube.

Realizado pela Associação de Músicos da Banda Sinfônica de Cubatão, o Programa Cubatão Sinfonia oferece aulas de música, musicalização infantil, coral e expressão corporal/dança a crianças, adolescentes e jovens que vivem em áreas de vulnerabilidade social como a Cota 200 e bairros próximos (Pinheiro do Miranda, Água Fria e Fabril) e, recentemente, o Bolsão Nove (Jardim Nova República, Bolsão Sete). Este ano, novamente, esse sonho artístico-cultural é patrocinado pela CMOC Brasil, Petrocoque e Bequisa por meio da Lei de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cidadania. O programa conta também com apoio da Prefeitura de Cubatão.

O Programa Cubatão Sinfonia completa 12 anos de atividades ininterruptas em 2020. Desde 2007 o Programa recebeu mais de 2 mil crianças e adolescentes tirando-os da ociosidade no contraturno do colégio. Em 2012 o Programa foi semifinalista do Prêmio Itaú-Unicef, selecionado entre mais de 2.922 projetos de todo o País, o que lhe garantiu o selo da Unicef que certifica a seriedade do projeto no atendimento à criança e ao adolescente.