Trump prometeu Forças Armadas nas ruas caso governadores e prefeitos não encerrem violênciaReprodução/EPA/ANSA
ESTADOS UNIDOS - Caso os governadores e prefeitos dos Estados Unidos não coloquem fim à violência nos protestos antirracistas que se seguiram após a morte do ex-segurança negro George Floyd, os militares estarão nas ruas. É a promessa do presidente Donald Trump, em discurso feito hoje.

"Se os estados ou cidades não tomarem as ações necessárias para proteger a vida e a propriedade de seus moradores, eu vou chamar as Forças Armadas dos EUA para rapidamente resolver o problema por eles", sentenciou.

Trump também disse que as cenas de violência são "atos de terror doméstico". "Não são atos de protesto pacífico. São atos de terror doméstico. A destruição da vida de inocentes, o derramamento de sangue de inocentes são crimes contra Deus", afirmou. Nos arredores da Casa Branca, um protesto era reprimido.

O presidente norte-americano também garantiu que faria "o possível" para fazer cumprir o toque de recolher. Nova York e Washington, por exemplo, adotaram a medida.