A CLIA Brasil reforçou nesta terça-feira (14), que o Setor de Cruzeiros continua trabalhando pela viabilização da temporada 2021/2022. De acordo com comunicado, reuniões dos Ministros competentes e responsáveis pelo assunto já estão agendadas para os próximos dias, para discutirem e deliberarem sobre os robustos protocolos de segurança apresentados pelo setor.





No documento, a CLIA reforça que os protocolos de segurança já foram aplicados e têm a aprovação das autoridades sanitárias de cada região, o que mostra que o setor está preparado para navegar em segurança. Os protocolos foram criados por médicos, cientistas e especialistas, em consonância com as autoridades sanitárias de todo o mundo, sempre colocando a segurança dos hóspedes, tripulantes e das cidades visitadas em primeiro lugar. Além disso, foram feitos para atender aos mais altos graus de exigência, sempre prontos para possíveis ajustes de acordo com as exigências de cada região ou país.





Aproximadamente 1,5 milhão de pessoas já voltaram a fazer viagens de Cruzeiro, em mais de 170 Navios que estão em atividade nos cerca de 50 países que já liberaram a retomada das operações.





“Salientamos ainda que a indústria de cruzeiros é vital para a recuperação econômica nacional e global, além de grande indutor de empregos e do turismo em geral. A estimativa é de que a temporada 2021/2022 traga um impacto de R$ 2,5 bilhões na economia nacional e gere 35 mil empregos”, concluiu o comunicado.