Ercival Wilton Marques, de 56 anos, é mais uma vítima da covid-19. O empresário já havia tomado as duas doses da vacina e o resultado positivo foi um choque para familiares e amigos. De acordo com o filho, o lojista Victor Caio Marques, de 32 anos, a evolução do quadro ocorreu de maneira rápida e o pai partiu sem que pudesse se despedir.





“Ele tomou a última dose da vacina em fevereiro. Em maio, no entanto, começou a manifestar sintomas de gripe forte. Por estar imunizado, não nos preocupamos à princípio. Duas semanas depois, percebemos uma dificuldade de respirar e após uma ida ao hospital, o resultado positivo chegou”, relembrou o filho.





Apesar dos cuidados desde o começo da pandemia, o empresário era diabético e obeso, por isso logo foi internado. O tratamento seguia com tranquilidade, até que os problemas respiratórios exigiram uma intubação. “Foi muito rápido, porque ele foi entubado na quinta, teve uma boa melhora na sexta e faleceu no sábado devido à falência múltipla de órgãos e infecção, causadas pela covid-19”, contou o lojista em entrevista ao #Santaportal.





A dor da perda se intensificou por não poder se despedir, devido aos protocolos atuais de segurança para conter o avanço da doença. As notícias chegavam por telefone, sem que os funcionários passassem maiores detalhes.





O que conforta o coração de Victor, segundo ele, é saber que o pai sabia o quanto era amado. “Meu pai era trabalhador e eu estava com ele desde os meus 15 anos. Nos víamos todos os dias, então a saudade é muito grande. Era meu amigo. Mas eu sinto que ele morreu sabendo o quanto eu o amava”, disse.





Para o filho, ainda não houve tempo para o luto. Tem uma irmã mais nova e a mãe, que precisam de força e apoio para seguir. Além de suprir necessidades e realizar tarefas que antes eram responsabilidade do pai.





“As pessoas pensam que é só tomar duas doses de vacina e está tudo tranquilo, mas já vimos que não é assim. Apesar das comorbidades, ele era novo e estava imunizado, mas ainda assim se foi. Os cuidados devem continuar”, concluiu.