Um jovem de 17 anos reclama ter sido alvo de homofobia por parte do cliente de um bar na noite da última sexta-feira (18), em Bertioga.





Segundo o adolescente, ele foi ofendido enquanto esperava uma amiga do lado de fora do banheiro feminino. Nesse momento, um homem se aproximou dele e disse que ele não poderia ficar ali "porque não era menina e nunca seria uma".





Na sequência, a vítima disse que tentou se defender das agressões verbais, mas acabou sendo empurrado e, depois, foi atingido por uma pancada no olho esquerdo.





O jovem caiu no chão e recebeu ajuda para deixar o estabelecimento. Ele deixou o local aos prantos. "Ele teve esta reação não porque eu estava na porta, mas sim por eu ser homossexual", disse.