Quase oito anos após sua morte, o baixista santista Luiz Carlos Leão Duarte Júnior, o Champignon, do Charlie Brown Jr., ganhará uma biografia. O responsável pela obra, batizada como Champ, é o escritor carioca Pedro de Luna, conhecido por trabalhos elogiados sobre o Planet Hemp, Porão do Rock, entre outros temas ligados ao rock.





Em entrevista ao Santa Portal, o autor contou que vinha pesquisando para essa biografia desde 2019. A ideia é lançar o livro em setembro.





“Eu iniciei as dezenas de entrevistas. Infelizmente, por conta da pandemia, elas não puderam ser presenciais, mas foram muito importantes e emocionantes. Os fãs ficarão impressionados com a riqueza de informações e de imagens”.





Ele falou ainda que foi por obra do destino que se deparou com a história de Champ. Aliás, ele ficou muito tocado e instigado por ela. “Como pode um músico tão talentoso e querido ter sido tão injustiçado, tratado como coadjuvante e falecido de uma maneira tão bruta?”.









“Escrever uma biografia é sempre um processo duro, solitário e de grande envolvimento emocional”

Pedro de Luna, escritor








Segundo o autor, ele dorme e acorda pensando na história, muitas vezes até chorou ouvindo as entrevistas ou lendo os depoimentos. Champ era um garoto muito amado e respeitado, diz ele.





Sobre o lançamento da biografia, Pedro de Luna diz que seu objetivo com o livro é dar o devido reconhecimento, ainda que tardio, ao músico. Além de inspirar jovens e mostrar a realidade do mercado musical, com seus ônus e bônus.





Bastidores sobre Champ





Champignon sempre foi uma figura muito excêntrica e claro que muitas de suas atitudes, dentro e fora dos palcos, repercutiam muito na mídia. Na biografia Champ, o autor focou muito na carreira profissional e, claro, tudo de bom e de ruim que veio junto.





“Ele teve momentos incríveis, sendo eleito um dos melhores baixistas do mundo e três vezes ‘baixista dos sonhos’ da MTV”.





O livro retrata o fim da carreira do músico e de como foi trágica a maneira como ele morreu. Segundo Pedro, ninguém tira a vida a troco de nada e ainda mais com uma filha por vir. Por isso ele tenta descobrir tudo o aconteceu durante a vida de Champignon para que chegasse a esse ponto.





Por fim, o autor diz quem vai tirar alguma conclusão é o leitor. “É para eles que eu escrevo, meu único compromisso é com a verdade”.





Financiamento





Champ está com a campanha de financiamento coletivo em andamento pela plataforma Kickante. A obra, com mais de 400 páginas e no formato 16 x 23 cm, traz várias recompensas interessantes para os fãs.