Um novo livro, lançado pela jornalista Flávia Pinho, conta a história da pizza no Brasil. A autora, que é especializada em gastronomia e pesquisadora de História da Alimentação, relembra a chegada da receita italiana em terras brasileiras, o processo de conquista do paladar tupiniquim e apresenta ao leitor as adaptações feitas por pizzaiolos do país, em seu novo livro ‘Uma Fatia da Itália’.





A pizza desembarcou no Brasil na década de 1910, com a vinda dos italianos do Sul que, diferentemente dos moradores da região Norte, preferiam a vida na cidade ao invés do campo. Longe de casa, faziam pizzas de forma improvisada para matar a saudade da comida italiana.





Em território brasileiro, o prato passou por uma transformação por falta de ingredientes e limitações técnicas. Enquanto os cozinheiros italianos adicionavam molho, queijo e algumas folhas de manjericão, os brasileiros adicionavam à receita outros ingredientes que tinham à disposição.





A obra de 128 páginas, indicada para todas as faixas etárias, está disponível para venda no site da Matrix Editora e na Amazon, por R$ 69 aos amantes da gastronomia italiana.





Resultado de três anos de pesquisa, entrevistas com pizzaiolos, historiadores e proprietários de pizzarias, ‘Uma Fatia da Itália’ conta a história do prato que arrebatou o coração dos brasileiros. Ilustrado por ensaios exclusivos do fotógrafo Caio Ferrari, o livro prova que, ao menos neste caso, a expressão “tudo acaba em pizza” é mais do que bem-vinda.