Dois surfistas da Associação Santos Surf/Fupes subiram no pódio no WQS (World Qualifying Series), realizado em Montañita, no Equador, neste último domingo (20). Edgar Groggia terminou a competição na segunda colocação, enquanto Marcos Corrêa terminou a etapa em terceiro lugar.





Os atletas do Centro de Treinamento de Santos foram os melhores brasileiros no evento, que contou com a participação de 96 surfistas de diversos países do continente americano, ficando atrás apenas do peruano Lucca Mesinas, campeão da etapa.





Mais do que os troféus, eles conquistaram pontos importantes para o ranking da WSL Latin American.





Esse ranking define os dez melhores surfistas da América Latina que disputarão, no segundo semestre, as etapas do Challenge Series, com os melhores ranqueados dos outros continentes.





Dessas etapas serão definidos os dez que disputarão o WSL 2022, divisão principal da modalidade, ao lado de feras como Gabriel Medina, Filipe Toledo e Ítalo Ferreira.





"Foi um resultado muito expressivo, em um evento bastante disputado. Eles largaram muito bem e agora alcançando bons resultados na última etapa, também no Equador, eles carimbam o passaporte para o Challenge Series", explicou Pedro Souza, técnico do Centro de Treinamento de Santos.





Esta etapa decisiva começa nesta quarta-feira (23), na cidade de Salinas.





Também fazem parte da equipe santista que disputa as etapas equatorianas do WQS os surfistas Kim Matheus e Julia Santos.