Caio Caju / Meu Peixão





Como prometido desde a campanha eleitoral de 2019, o comitê de gestão santista tem como prioridade equacionar as dívidas do clube e deixá-lo “redondo” em todos os aspectos. Nesta sexta-feira (14), por exemplo, o Clube recebeu o Certificado de Regularidade do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), da Caixa Econômica Federal. O documento atesta que o clube está em situação regular, ou seja, com o FGTS de todos os funcionários quitado e os pagamentos relativos ao Profut em dia.





A última certidão obtida dessa regularidade foi em março de 2019. Este era o último certificado que faltava atestando que o Santos está em dia com todos os tributos. A importância desse certificado é grande em termos de transparência em negociações com patrocinadores e investidores. Estar em dia com os tributos traz credibilidade para interessados em firmar qualquer tipo de contrato com o Santos.





O mandatário, Andres Rueda, se mostrou muito feliz com o feito, mas consciente de que o certificado mostra apenas que o clube não fez mais do que sua obrigação como instituição.





“Pagar impostos é obrigação, mas este é um documento importante, porque ao assumirmos em janeiro do ano passado, encontramos muitas pendências”, ressaltou o presidente para o site oficial do clube. 





Em 2021, o Santos quitou mais de 120 milhões de reais em dívidas e busca arrecadar valor similar em 2022 para manter a proposta da atual gestão de entregar um clube forte e preparado para o futuro.