Em um intervalo de apenas oito minutos, Bruno Henrique fez um gol de canela, outro com um belo chute de fora da área e mais um de cabeça. Em seguida, Gustavo Henrique e Welington (contra) definiram uma vitória de virada do Flamengo sobre o São Paulo, por 5 a 1, neste domingo (25), no Maracanã.






O time tricolor vencia o duelo até os 25 minutos do segundo tempo, depois de ter aberto o marcador com um gol de Arboleda, anotado aos três minutos da etapa final.






Em vantagem, o time paulista passou a explorar os contra-ataques e deu campo para os donos da casa rondarem a grande área em busca de gols.






Foi assim que o camisa 27 achou espaço para marcar três vezes em um curto intervalo.






Primeiro ele fez um gol de canela, após cobrança de escanteio, aos 25. Depois, virou a partida em chute de fora da área, aos 28. E ampliou o placar após nova cobrança de escanteio, de cabeça, aos 33.






Logo depois do terceiro gol flamenguista, houve uma confusão no banco de reservas da duas equipes. Alejandro Kohan, auxiliar do técnico Hernán Crespo, acabou expulso e foi retirado pela polícia.






De acordo com a TV Globo, a confusão começou quando o médico Márcio Tannure, do Flamengo, dirigiu-se ao banco do São Paulo e gritou "fala muito" após o terceiro gol de Bruno Henrique.






O São Paulo se desmontou, e ainda houve tempo para os donos da casa marcarem mais duas vezes. Aos 40, Gustavo Henrique completou cobrança de escanteio desviado por Rodrigo Caio. Aos 47, Welington tentou cortar passe e encobriu Tiago Volpi.






O São Paulo não perdia para o Flamengo desde 2017. No período, foram seis vitórias e três empates. Com a derrota deste domingo, a equipe são-paulina permanece com apenas 11 pontos em 13 jogos.





Já o Flamengo chegou aos 21 pontos, colado no grupo dos quatro primeiros colocados do Brasileiro, mas 11 pontos atrás do líder Palmeiras.






O time do Morumbi voltará a campo agora na quarta-feira (28), quando fará o primeiro jogo contra o Vasco pelas oitavas de final da Copa do Brasil.