Após a derrota por 1 a 0 para o Fluminense, na noite desta quinta-feira (17) no Maracanã, o técnico Fernando Diniz concedeu entrevista coletiva. Falou sobre o que foi, segundo ele pelas diversas chances criadas, a derrota mais amarga desde que chegou ao Santos.





“Certamente (foi a derrota mais amarga). O time jogou bem, na minha opinião, bem melhor que o Fluminense. Eles tiveram, que eu me lembre, a bola na trave no início do jogo em um lance confuso que a gente errou na saída e o lance do gol. Eu não lembro de outra jogada perigosa do Fluminense. Foi o jogo que a gente mais produziu chances claras de gol. Se a gente considerar o jogo do Ceará, que fizemos três gols, contra o Cianorte lá também tivemos bastante chance de gol, mas no Campeonato Brasileiro contra o Ceará o que a gente produziu, concluiu em gol e hoje fomos mais dominantes, mas saímos com resultado adverso”, disse.





Desde que chegou ao Santos, Fernando Diniz esteve à frente da equipe em sete partidas, com quatro vitórias, um empate e duas derrotas. Enquanto estava suspenso na Libertadores por expulsão na estreia contra o Boca Juniors, seu auxiliar-técnico Márcio Araújo o substituiu em duas partidas e obteve duas derrotas. No total, são nove jogos, quatro vitórias, um empate e quatro derrotas, com aproveitamento de 48,15%





O Santos volta a campo no domingo (20), às 18h15, para enfrentar o São Paulo, no Morumbi, pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro.





*Por Lucas Leite / Meu Peixão