A falta de opções do Corinthians para o ataque ficou mais uma vez evidente na derrota para o Flamengo, última na terça-feira (2), pela ida das quartas de final da Libertadores. No confronto mais importante da temporada, Vítor Pereira não teve Willian nem Júnior Moraes à disposição e terminou a partida com Giovane de um lado e Yuri Alberto improvisado do outro.





Agora, o time alvinegro vira a chave e finaliza as preparações para ir até Santa Catarina enfrentar o Avaí, neste sábado (6), no estádio da Ressacada, em Florianópolis, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.





Após a partida contra o Flamengo, próprio treinador admitiu ter sido uma escalação de emergência. Ele já tinha dito que Róger Guedes e Yuri Alberto juntos "não dava", porque faltava disposição para marcar, mas ambos jogaram 45 minutos juntos na terça: o primeiro centralizado, e o segundo pelo lado direito. Curiosamente, Yuri teve que fazer a função que era de Gustavo Mantuan antes de um ser trocado pelo outro no negócio entre Corinthians e Zenit (RUS).





"O Róger, como externo, não consegue defender o corredor como tem que ser defendido. Tivemos que passar o Yuri para o corredor e deixar centralizado o Róger, que entrou bem. O Yuri é que, como externo, não nos consegue dar o que pretendemos. Estamos curtos em soluções, não há dúvidas nenhuma", admitiu Vítor Pereira em coletiva, na Neo Química Arena.





O problema é de ordem médica: Willian teve lesão recente no ombro direito e agora trata uma tendinite na coxa; Júnior Moraes sofre com sucessivas alergias; e Wesley, jovem da base que vinha sendo relacionado, machucou o tornozelo há duas semanas. Contra o Flamengo, Adson e Gustavo Mosquito foram os atacantes de lado que começaram jogando; Giovane era a única opção no banco e jogou 25 minutos.





Vítor Pereira já avisou que precisa de mais uma opção para jogar pelos lados, mas a procura do Corinthians no mercado esfriou em meio aos mata-matas. A depender do que aconteça nas Copas, o clube corre risco de disputar apenas o Campeonato Brasileiro até o final do ano, e neste caso um reforço já não se faria tão necessário.





Fato é que Vítor Pereira tem um quebra-cabeça para montar no ataque do Corinthians. Via de regra o técnico evita escalar titulares que já jogaram mais de 45 minutos dias antes (caso de Gustavo Mosquito e Yuri); e Willian deve seguir fora. Restariam, portanto, Adson, Giovane e Róger Guedes no provável ataque que enfrenta o Avaí, neste sábado. O elenco treina pela manhã e viaja na tarde desta quinta-feira (5) para Florianópolis.





Gustavo Mantuan deixou o Corinthians empatado na segunda posição da lista de artilheiros da temporada. Ele fez cinco no ano, assim como Adson e Fábio Santos -Róger tem dez. Yuri Alberto, por sua vez, ainda tenta se entrosar com os companheiros e não desencantou nos cinco jogos que fez.





Na época da troca, a perda de Mantuan foi lamentada internamente por Vítor Pereira, mas havia urgência por um atacante central. O clube fechou negócio por entender que o perfil de Yuri Alberto, um atleta que entrega gols, é mais importante no elenco e mais difícil de encontrar no mercado do que um atacante de lado de campo.





Outro desfalque confirmado para a partida deste sábado é o volante Maycon, que sofreu uma fatura no dedo do pé esquerdo. Por outro lado, o volante argentino Fausto Vera foi oficialmente apresentado nesta sexta-feira, e deve atuar em campo. Portanto, uma possível escalação do Corinthians tem: Cássio, Rafael Ramos, Gil, Raul Gustavo (Balbuena) e Fábio Santos; Fausto Vera, Roni (Du Queiroz) e Giuliano; Adson, Giovane e Róger Guedes.





O Avaí, por sua vez, vem de derrota por 2 a 1 contra o Flamengo, e busca um revés para aumentar a distância da zona de rebaixamento. O time ocupa a 16ª posição, com 21 pontos -um a mais que o Cuiabá, que abre o Z4.





Neste sábado, o time catarinense fará o primeiro jogo sem o atacante Vinícius Jaú, emprestado ao Ituano, e o lateral-direito Matheus Ribeiro, que rescindiu contrato para acertar com o Vasco. Por outro lado, o técnico Eduardo Barroca contará novamente com o volante Bruno Silva, que volta de suspensão.





Uma possível escalação do Avaí tem: Vladimir; Kevin, Bressan, Arthur Chaves e Bruno Cortez; Raniele, Eduardo e Bruno Silva; Pottker, Natanael e Paolo Guerreiro (Bissoli).