Se Minas não tem mar... foi conhecendo o litoral paulista que o cantor mineiro Gabriel Elias se apaixonou pelo clima praiano e resolveu adotá-lo em seu estilo musical. E foi em uma praia aqui do litoral que o cantor de reggae lançou na última sexta-feira (11) o EP Todas as Praias, onde ele reúne releituras de sucessos do gênero musical, eternizado por outros compositores.





"Esse é um álbum 100% de releituras e foi muito difícil a escolha do repertório, porque tem muita música que sou fã", contou Gabriel em entrevista ao Santaportal.





Mas não é de hoje que o músico mineiro faz sucesso cantando músicas de seus ídolos de reggae brasileiro. Gabriel, que começou a cantar aos 16 anos em bares e eventos em Belo Horizonte, fez sua 'estreia' no YouTube justamente com covers. Em pouco tempo, os vídeos ganharam visibilidade e Gabriel, o coração de vários fãs. Hoje ele soma mais de 200 milhões de visualizações no YouTube e 1,5 milhões de ouvintes no Spotify.





Nessa trajetória, o cantor contabiliza também três eps de músicas compostas por ele, participação em festivais e parcerias com ídolos do reggae surf mundial.





Segundo o músico, a ideia do projeto que traz releituras do reggae veio após ele regravar Me Namora, do cantor Armandinho, em outro álbum. "A galera pirou na ideia e começou a pedir mais. E é aquilo, né: a voz do povo é a voz de Deus", lembra, aos risos.





A primeira canção do projeto Todas As Praias é o single Um Anjo do Céu, do cantor Maskavo. A versão já está disponível nas plataformas digitais, e os próximos lançamentos serão as releituras das músicas Do Lado de Cá, da Chimarruts, Morena, da Scracho, e Eu Sei, da Papas na Língua.

















Gabriel Elias é pé na areia





E o local escolhido para a gravação não poderia deixar de ser, claro, uma praia. A escolhida para a estreia foi a Praia da Almada, em Ubatuba, litoral norte de SP. Gabriel afirma que é apaixonado por viajar pelas praias do litoral brasileiro. Mas tem uma cidade praiana que ganhou seu coração. Adivinha qual?









"Santos virou uma das minhas casas. Sou de BH e moro em São Paulo, mas fiz muitos amigos santistas e pelo menos uma vez por mês eu desço a serra, ainda mais que agora minha mãe mora na cidade. A ligação foi tanta que eu consegui convencê-la a morar pertinho da praia, ali no Gonzaga. E agora tô sempre por aí".

Gabriel Elias, músico








Tempo de quarentena. E muito trabalho









Nesta fase de distanciamento social, sem shows e eventos, a rede social ganhou ainda mais importância na carreira de Gabriel. Ele diz que se aproximou ainda mais dos fãs. "Foram superparceiros e receptivos com todos os nossos projetos. A gente sente falta do ao vivo, claro, mas não tem o que fazer, por enquanto. A expectativa de retorno aos palcos é enorme e esperamos que seja logo".





Mas engana-se que longe dos palcos o trabalho diminuiu. O cantor afirma que está ralando mais do que nunca, sempre pensando em projetos especiais, com releituras e músicas autorais. "Não sou de me lamentar (por esse período de distanciamento), sempre coloquei na cabeça que seria preciso suprir esse momento de alguma forma. E foi fazendo o que mais gosto: compondo e cantando".





Você pode conferir o trabalho do Gabriel Elias, com projetos autorais e releituras, em seu canal no YouTube e nas plataformas digitais. Não irá se arrepender!