Mesmo quem não tem cachorro sabe. Cães são os melhores amigos do homem. Clichê para uns, vida real para outros, essa parceria vira e mexe é retratada nas telas dos cinemas.





Fato também é que os cachorros fazem bem às pessoas. "Dog - A Aventura de uma Vida", que estreia no Brasil no próximo dia 19, mostra isso. Não é um filme exatamente fofinho, como geralmente acontece nesse gênero. Mas trata de conflitos, luto, superação e uma chance à felicidade.





Estrelada por Channing Tatum, que também atua na direção, a obra conta a história do ex-militar Jackson Briggs, que tenta superar desafios físicos e mentais enquanto busca um trabalho. Até que a morte inesperada de um colega coloca em seu caminho Lulu, uma pastor belga do Exército.





Para levar a cadela ao funeral de seu melhor amigo humano, Briggs embarca em uma viagem com ela, que carrega ansiedades e gatilhos. Mordidas, ataques e confusões fazem parte da sequência.





A jornada lado a lado, no entanto, aproxima os dois personagens. Aos poucos, eles constroem uma relação e percebem como um é importante na vida do outro, em um resgate mútuo.





Tatum já teve um cadela de nome Lulu na vida real, e o filme é levemente inspirado nela. Adotada em 2008, a cadela morreu em 2018, após um câncer. O ator disse à People, em fevereiro, que Lulu era sua melhor amiga e que, no final, a levou para uma pequena viagem, onde acamparam e observaram o nascer do sol.





Sobre atuar na direção, Tatum disse ter se divertido com o novo filme.





Assim como em "K9, Um Policial Bom Pra Cachorro", a dupla de "Dog" não se deu bem de cara e precisou de um tempo para aprender a conviver em harmonia. Na comédia de 1989, o pastor alemão Jerry Lee ajuda o policial Michael Dooley (James Belushi) a capturar um traficante.





Bem antes disso, porém, o elo entre homens e cães já era exposto nas telonas. Charles Chaplin exibia essa cumplicidade ainda no cinema mudo. Um clássico de 1918, "Vida de Cachorro" conta a história do vagabundo que salva um cão, e eles acabam se tornando grandes amigos.





Essa fórmula que une amor incondicional e lealdade também é explorada desde sempre, em inúmeros filmes. Alguns deles são baseados em histórias reais. Quem não conhece Hachiko, o akita que inspirou "Sempre ao seu Lado", filme com Richard Gere de 2019, e ganhou até estátua no Japão. O cãozinho ficou famoso nos anos 1920 por ficar esperando pelo tutor diariamente na estação de Shibuya, em Tóquio, e continuar visitando o local mesmo após sua morte.





Também digno de assistir com lencinho é "Quatro Vidas de um Cachorro", de 2017. Alvo de polêmica durante a produção e ameaça de boicote após um vídeo supostamente mostrar um cachorro sendo obrigado a entrar na água, o longa acabou com maus-tratos negados e boa bilheteria ao contar a história de um animal que reencarna em diferentes famílias. Apesar de se afeiçoar aos tutores, o pet mantém a esperança de reencontrar Ethan, seu primeiro melhor amigo.





Também baseado no livro homônimo de W. Bruce Cameron, seguem a linha "A Caminho de Casa", de 2018, e "Juntos Para Sempre", de 2019.





Se a amizade é eterna, impossível encontrar quem não tenha se emocionado com o famoso "Marley e Eu", de 2008. Baseado em livro de John Grogan, revela o amor entre um labrador e sua família humana, que tem a vida transformada após sua chegada.





Não faltam comédias, aventuras, dramas e, claro, animações sobre cães. Uma delas, "Ilha dos Cachorros", dirigido por Wes Anderson e lançado em 2018, tem a trama ambientada em uma cidade japonesa, onde o prefeito decidiu mandar todos os cachorros para uma ilha repleta de lixo. Só não contava que seu sobrinho, um garotinho órfão, se mobilizaria para resgatar o amigo peludo.





A ligação entre cães e humanos é intensa, e o público se identifica com os personagens. Tanto que o filme "Lassie e a Força do Coração", de 1943, deu origem a uma série, sucesso por anos e que marcou uma geração. E a heroica cadela continua sendo lembrada: ainda hoje cães da raça collie são chamados de Lassie.





"DOG - A AVENTURA DE UMA VIDA"





Onde: Em cartaz nos cinemas





Classificação: 14 anos





Elenco: Channing Tatum, Bill Burr, Kevin Nash, Ethan Suplee





Produção: EUA, 2022





Direção: Reid Carolin e Channing Tatum