A Universidade Santa Cecília e o Sebrae assinaram nesta quinta-feira (5), um convênio de curso de empreendedorismo exclusivo e gratuito para alunos. O objetivo do projeto piloto é atender alunos de áreas de áreas não correlatas a gestão.





“Quem cursa administração ou marketing, por exemplo, já têm uma grande experiência e vive na sala de aula o mundo empresarial. Mas alunos de direito, fisioterapia, odontologia estão imersos nas técnicas. A ideia é ter uma intervenção do Sebrae durante a graduação, para que quando decidam montar o próprio negócio, não enfrentem dificuldades e não entrem para o rol de mortalidade”, explicou o Gerente Regional do Sebrae, Marco Aurélio Rosas.





De acordo com o diretor de Relacionamento e Novos Mercados da Unisanta, Rodrigo Sessa, as inscrições serão feitas através de um link, que será divulgado nas redes sociais e das ferramentas de envio de mensagens diretas. “Ocorrerá nos dias 13, 14 e 16 de setembro, no período da tarde. Das 15h30 às 17h30, totalmente online, para que não conflite com horário de aula”, contou.





Benefícios da participação do curso





O curso tem, à princípio, três módulos. Mas, de acordo com Sessa, existirão outros. O aluno que completar um ciclo de cinco módulos terá direito, no futuro, a pleitear linhas de crédito junto ao Governo do Estado de São Paulo para empreender. “São linhas atrativas, com juros baixos, com um prazo extenso para pagamento. Posteriormente, oferecemos novidades”, argumento.





Como tudo começou





Em 2019, o Sebrae atendeu um grupo de empresários da área de Odontologia e outro no segmento de Saúde e Bem-Estar. “Foi algo comum. Fizemos uma trilha com eles para que pudessem gerenciar seus negócios e, assim esses empreendimentos fossem bem-sucedidos. Eles sempre diziam o quanto queriam ter aprendido na faculdade sobre gestão, então, por conta da parceria com a Unisanta, decidimos pensar em um projeto juntos para beneficiar ainda mais gente”, explicou Rosas.





Unisanta e Sebrae





A parceria entre as instituições já dura mais de 20 anos. Recentemente, um projeto do Sebrae, que visava impulsionar Startups, escolheu seis formadas por alunos da Unisanta para receber o benefício.





“O objetivo é proporcionar o que há de melhor e mais moderno no mercado para os estudantes. Então fazemos questão de apresentar tudo o que nossos parceiros podem agregar de conhecimento e valores, de uma forma que eles possam sair com conhecimento acadêmico (que já recebem na universidade) e algo a mais”, concluiu Sessa.