Reconhecido pela qualidade do ensino passado aos seus alunos, o Complexo Educacional Santa Cecília completa 60 anos sempre se atualizando e buscando estar antenado com as novas tendências. Por isso, novos cursos passaram a fazer parte da Unisanta recentemente. A Biomedicina e a Psicologia estão entre as faculdades que podem ser cursadas por estudantes da Baixada Santista e de outras regiões do Brasil.





A Biomedicina é a ‘caçula’ da instituição, porém já nasceu mostrando o seu potencial. O curso é coordenado pelo biomédico Carlos Eduardo Pires, fundador e um dos proprietários do laboratório Cellula Mater, um dos mais respeitados institutos de análises clínicas em todo o país.





Doutorando em Saúde Pública, o doutor Carlos é especialista e pós-graduado em Análises Clínicas e Delegado Regional do CRBM. Com a sua experiência de mais de 30 anos na área, ele, que também já lecionou na Universidade de Coimbra, em Portugal, é o responsável por implantar o curso de Biomedicina na Unisanta.





“O curso começou em março desse ano, temos em torno de 110 alunos. Estamos começando agora com a parte prática. Já no primeiro semestre do ano tivemos coleta de sangue, o nosso curso já oferece de cara essa oportunidade dos estudantes aprenderam na prática, ao contrário do que acontece em outros lugares. Agora no segundo semestre estamos começando a fazer exames como tipagem, estamos começando com bioquímica clínica, que na verdade é quando a gente começa a mexer realmente na parte do laboratório”, disse o coordenador do curso.





Carlos lembrou que a biomedicina é uma área que teve um crescimento exponencial nos últimos tempos, principalmente por causa da pandemia, e desta forma ele procurou montar o curso na Unisanta de uma maneira bastante atual.





“A gente tentou montar um curso atual, em cima daquilo que o mercado pede. Como estamos no ramo há 30 anos, temos essa visão atual. Mas, além disso, temos que seguir os preceitos do MEC. Vamos procurando fomentar algumas coisas que o curso possa vir a ter. O aluno que se formar em Biomedicina aqui na Unisanta vai sair daqui habilitados em Análises Clínicas, mas com noções em várias áreas: acupuntura, cosméticos - a parte de cosmetologia cresceu muito, 40% das pessoas que se formam estão indo para essa área. A grade é muito volátil, vamos manter o curso sempre atualizado, com as novidades da área. Estou tentando colocar vacinas no último ano, que era algo que não tinha inicialmente quando planejamos o curso. Mas acho que é algo necessário, então vamos colocar uma matéria só sobre vacina. O que é? Como faz? Qual é o princípio ativo? O nosso objetivo é fazer com que o aluno saia daqui formado e pronto para entrar no mercado. Queremos que o aluno saia pronto, só com a necessidade de fazer mais um curso ou dois”, afirmou.






Foto: Divulgação





O coordenador do curso explicou que existem planos também para que a Biomedicina conte com cursos de pós-graduação em breve.





“Queremos ter cursos de pós aqui também. Desejamos que o aluno se forme e fique aqui, possa fazer a sua pós-graduação na Unisanta. Penso em criar uma pós em perícia criminal, que é uma coisa que não temos aqui no Estado. Queremos que seja uma pós com 10 vagas, um pouco mais talvez. Não pode ser uma turma grande. Desta forma, como temos outros cursos da área de Saúde no Santa, como farmácia, por exemplo, a gente consegue juntar os cursos e fazer um curso que esteja sempre atualizado”, detalhou.





Os alunos das primeiras turmas da biomedicina também se mostram empolgados com o curso. “Acho o Santa uma universidade muito boa. Estou achando um máximo as aulas. Está sendo muito prazeroso, estamos aprendendo bastante”, revelou Catarina Franchinelli, de 17 anos.





“Escolhi a biomedicina porque tenho interesse na parte de perícia criminal. Além disso, eu conheço a importância da universidade e a seriedade do professor Carlos, que é um grande profissional bastante reconhecido no mercado. Gostei do que foi oferecido pelo Santa e, por isso, resolvi vir para cá”, acrescentou Cecília Silva de Carvalho, de 18 anos.





A universitária Larissa Antunes, de 19 anos, também enalteceu o que foi oferecido pela Biomedicina da Unisanta como decisivo para a sua escolha em ir para esse curso.





“Sempre quis algo relacionado com a área de Saúde, desde pequena. Tenho uma parente que também é biomédica, então fui pesquisar sobre a área. Achei muito interessante as vertentes dessa área e, por isso, decidi cursar Biomedicina aqui no Santa”, explicou.





Paulo Pereira de Freitas, 19 anos, acredita que o conhecimento adquirido no curso será fundamental para que ele saia da universidade preparado para encontrar uma boa colocação no mercado de trabalho.





“Eu sempre sonhei em trabalhar com a área, principalmente com pesquisas (microbiologia). A Unisanta sempre foi minha referência como faculdade. Tenho muito orgulho de estar aqui, para mim foi uma conquista. Também tenho uma segurança maior por saber que o Dr. Carlos é o nosso coordenador, ele é uma pessoa que ama o curso e que, sobretudo, está aqui para formar ótimos profissionais. Com certeza nós nos sentimos muito mais confortáveis pelo aprendizado que estamos tendo aqui. O que é ofertado pelo curso será fundamental para sairmos daqui preparados para o mercado”, pontuou.





Recém-criada, a Biomedicina também já possui um Diretório Acadêmico. “Por ser o primeiro grupo temos certa responsabilidade, é uma pressão a mais ser o primeiro DA da Biomedicina. Estamos no começo, existe muita coisa a ser feita. Mas o bom é justamente esse trabalho que estamos tendo muito próximo da coordenação, é fundamental para que a gente consiga trabalhar junto para o curso em si. Já desenvolvemos algumas parcerias, como um convênio fechado com o Cellula Mater. Queremos promover uma semana com profissionais da área, falando sobre suas experiências. Há bastante coisa para acontecer ainda. Por ser início vamos precisar estruturar muito bem o DA, queremos deixar um legado para quem vai vir depois”, destacou o presidente do DA, Ricardo Lemes da Costa, de 32 anos.





O presidente da Atlética da Biomedicina, Lorenzo de Oliveira Rosini, de 18 anos, também ressaltou que o trabalho está no começo.





“Estamos criando a Atlética agora, fazendo os primeiros jogos do futsal. Queremos trazer um técnico de futsal, mas também estamos planejando montar times de handebol feminino e masculino. O nosso curso tem em sua maioria meninas e queremos incentivá-las a jogarem, até porque existem equipes femininas em outros cursos e é super importante que elas joguem também”, comentou.





Psicologia






O Curso de Psicologia da Unisanta, criado em 2020, é inovador tanto no conteúdo como na forma. Aos temas tradicionais da Psicologia, que incluem as grandes áreas de Educação, Saúde e Trabalho, foram incluídos assuntos contemporâneos como os transtornos alimentares, dependência química, suicídio, sexualidade e gênero, entre outros.

Além disso, o curso na Unisanta irá oferecer uma Clínica Psicológica para atender crianças, adolescentes e adultos da Baixada Santista, mantendo a tradição da universidade de atender a população da região com excelência.

A forma de aprender está estruturada em estágios nos dez semestres, que podem ser feitos de forma interdisciplinar nas Clínicas de Fisioterapia, Odontologia, Consultório Farmacêutico, Escritório de Assistência Judiciária, Núcleo de Inovação, Negócios e Empreendedorismo, Núcleo de Gestão e Desenvolvimento de Carreira, Escritório Modelo de Arquitetura ou ainda junto aos espaços acadêmicos do Colégio Santa Cecília.

Além dessas opções da própria universidade, os alunos também poderão estagiar em instituições públicas através dos convênios com diferentes prefeituras que já estão estabelecidos. Com isso, o estudante de Psicologia da Unisanta terá contato com a prática desde o início, passando da observação à intervenção, do diagnóstico ao tratamento e à promoção da saúde.

A Psicologia do Esporte também é oferecida na grade curricular. O aluno poderá estagiar e se desenvolver na área usufruindo da infraestrutura da Unisanta e de sua equipe esportiva de nível internacional.





“Temos cerca de 230 alunos divididos em quatro classes. Estamos apenas no quarto semestre do curso, estamos trabalhando para oferecer sempre o melhor para os estudantes. A Psicologia tem sido muito procurada devido ao sofrimento contemporâneo. O curso da Unisanta foi pensado para oferecer uma formação bem sólida, em consonância com a realidade, para dar uma resposta consistente do ponto de vista científico, humano e ético”, disse a coordenadora do curso, a psicóloga Gisela Monteiro.






Foto: Divulgação





O estudante do segundo semestre de Psicologia, Ronnie Gonzalez Costa Santos, de 18 anos, está entusiasmado com o que vem aprendendo no curso.





“Na minha opinião o curso de Psicologia da Unisanta é bastante completo desde a sua matriz curricular até a infraestrutura da universidade. A gestão do curso e da faculdade tiveram assertivos critérios para montagem do mesmo e do corpo docente, visando sempre o mais importante para seus alunos. A qualidade das aulas, tanto remotas quanto presenciais, são de alta qualidade e seriedade. A faculdade propicia um local de aprendizado onde podemos desenvolver diversas habilidades e competências cruciais para a formação de um profissional ético, responsável, empático e humano”, declarou.





Ronnie também destacou os diferenciais do curso ofertado pela Unisanta, que lhe fizeram optar por estudar na universidade.





“O curso de psicologia dentro da Universidade Santa Cecília é recente e o que me fez optar por ele dentre outras opções foi, justamente, a preocupação dos gestores com a qualidade das matérias ministradas durante os 10 semestres de curso. O maior diferencial foi certamente a grade, que desde o primeiro semestre consta o Estágio Básico (de Observação em Saúde), incluindo matérias diferenciadas e atuais como clínica da sexualidade e minorias”, concluiu.





Unisanta
Foto: Divulgação