Reprodução Reprodução

Uma setentona que tenta rejuvenescer

Caixinha mágica, janela para o mundo, telinha. A televisão ganhou vários apelidos ao longo do tempo, na mesma proporção em que ganhou várias possibilidades de ser assistida, seja no aparelho convencional, no computador ou no celular, no momento em que o programa é exibido ou na hora em que o telespectador desejar.

Aos 70 anos, comemorados neste 18 de setembro, a televisão no Brasil tomou um rumo que poucos imaginariam. Muito menos os pioneiros da primeira transmissão, feita pela TV Tupi de São Paulo nesta data, em 1950, ainda totalmente ao vivo, que só viveria a chegada do vídeo-tape uma década depois, no início dos anos 1960, e a total digitalização dos programas.

Para simbolizar a data histórica, nada melhor então que o blog mostre um momento de festa, mas ocorrido em agosto de 1982 e trazido pelo canal Arquivos1000, dono de um grande acervo sobre a memória da TV e do esporte.

Naquele mês e ano o SBT comemorava seu primeiro aniversário e, para festejar a data, a emissora colocou no ar uma vinheta com parte de seu elenco - caso dos apresentadores Raul Gil e Gugu Liberato - cantando Parabéns a Você em uma festa infantil.

As crianças, é claro, não faltaram na frente da mesa, afinal o próprio SBT era um recém-nascido na ocasião e também dedicava boa parte de sua programação à garotada. Certamente foram os dois motes para a ideia da vinheta de execução bastante simples, porém muito emocionante, como ainda tenta ser a televisão, depois de sete décadas de vida.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Ted Sartori
  • Postado em: sexta-feira, 18 set 2020 20:58Atualizado em: segunda-feira, 01 jan 1900 00:00
  • 70 anos   TV brasileira   
Reprodução Reprodução

Lágrimas importadas

O Brasil sempre foi um grande exportador de novelas. O México também. O México já havia tido acesso às tramas brasileiras a partir de 1977, com O Bem-Amado, mas o Brasil ainda não tinha feito o movimento inverso. Esta barreira foi quebrada cinco anos depois, em 1982, pela TVS-SBT, com Os Ricos Também Choram (Los Ricos También Lloran) na TVS-SBT. produção da Televisa originalmente exibida entre 1979 e 1980.

Criada em 1981, a emissora de Silvio Santos entrava de cabeça na teledramaturgia e também realizava produções nacionais, porém com custo mais baixo, número bem menor de capítulos e menos personagens em cena, lembrando as primeiras tramas brasileiras. E eram adaptações de originais latinos, em especial os mexicanos.

Grande sucesso no México, Os Ricos Também Choram conta a história de Mariana, interpretada pela estrela Verónica Castro. Ela é uma jovem de rancho que cresce como uma mulher de estilo rude. Com a morte do pai, ela decide ir à Capital e é ajudada por um milionário, que oferece ajuda para educá-la e melhorar seus modos. Luis Alberto (Rogelio Guerra) é o filho do milionário e acaba se apaixonando por ela, em uma autêntica história de Cinderela, com muitas intrigas, brigas e sofrimento, bem ao estilo das telelágrimas, como alguns chamam as novelas mexicanas justamente por essas características exacerbadas do melodrama.

Além de ajudar a tornar comum a presença das novelas estrangeiras no Brasil, Os Ricos Também Choram também abriu de vez algo que era igualmente incomum no País: dublagem de programas em videoteipe. Filmes e séries, habitualmente norte-americanas, eram produzidos em película. Quem se encarregou do trabalho foi a Elenco, empresa de dublagem da própria TVS-SBT - os nomes envolvidos, inclusive, eram creditados na abertura produzida pela emissora.

Era curiosa a tática de exibição na emissora dos Os Ricos Também Choram, no ar de 5 de abril de 1982 a 22 de janeiro de 1983: o capítulo era mostrado às 19h30 e reprisado uma hora depois, às 20h30, mesmo expediente utilizado para as tramas nacionais (19 e 20 horas).

Confira uma das raras imagens de um capítulo da novela Os Ricos Também Choram, exibido em 27 de agosto de 1982, na qual contracenam Verónica Castro (Mariana) e Yolanda Mérida (Ramona). A cena foi trazida pelo canal Arquivos1000, dono de um grande acervo sobre a memória da TV e do esporte.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Ted Sartori
  • Postado em: quinta-feira, 01 out 2020 22:43Atualizado em: quinta-feira, 01 out 2020 22:44
     
Sobre
Memória da Tevê. Comerciais antigos. Novelas, desenhos, séries, programas e curiosidades da telinha. Tudo o que você mais gosta de lembrar, num só lugar.