Reprodução Reprodução

CD, um disquinho com jeito de passado, mas ainda com cara de futuro

A facilidade do streaming e - para alguns - o toque retrô dos discos de vinil acabou transformando o CD em um parente enjeitado da música.

Triste ironia para uma mídia que, com seu som cristalino e límpido ante os estalos dos LPs, surgia em 1982, quando foi lançada depois de desenvolvimento das fábricas Sony e Philips.

As pesquisas indicam que o álbum The Visitors, do grupo Abba, seria o pioneiro dos CDs. Há outras fontes que o marco inicial foi 52nd Street, de Billy Joel. No mesmo ano e poucos meses antes, CDs de música erudita tinham sido produzidos.

O primeiro CD fabricado no Brasil teve seu lançamento em abril de 1986: Garota de Ipanema, com Nara Leão e Roberto Menescal. No ano seguinte, começa a incursão efetivamente comercial do formato no País.

Apesar de CD ser uma raridade no País nessa época, os aparelhos já eram produzidos, como se nota neste comercial levado ao ar em novembro de 1984, apresentando em tom futurista o aparelho produzido na Zona Franca de Manaus, e trazido pelo canal Arquivos1000, dono de um grande acervo sobre a memória da TV e do esporte.

 

 

  • Publicado por: Ted Sartori
  • Postado em: quinta-feira, 20 ago 2020 23:08

Comentários (0)

Enviar Comentário
     
Sobre
Memória da Tevê. Comerciais antigos. Novelas, desenhos, séries, programas e curiosidades da telinha. Tudo o que você mais gosta de lembrar, num só lugar.