VACINA - Noemio Pompeu e Jeferson Demétrio foram os primeiros de 26 trabalhadores portuários a receber a vacina contra a covid-19. Além deles foram selecionados outros seis portuários avulsos, oito dos terminais e dez da Autoridade Portuária de Santos que representaram a categoria em uma cerimônia simbólica do início da vacinação na manhã desta quinta-feira (27).





Estavam presentes o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e da Saúde, Marcelo Queiroga, além do prefeito de Santos, Rogério Santos, a deputada Rosana Vale e representantes dos sindicatos portuários. Queiroga foi o responsável por aplicar as doses de vacina em Pompeu e Demétrio.





A vacinação dos trabalhadores portuários irá começar no dia 1º de junho , como foi anunciado pelo governador João Doria em entrevista coletiva nesta quarta (26), no Palácio dos Bandeirantes.





Na noite do dia 25, os ministérios da Saúde e da Infraestrutura confirmaram que os 110 mil trabalhadores portuários e 90 mil do setor aeroportuário do Brasil serão vacinados.





Até o momento, o grupo dos portuários abrange funcionários de operadores (arrendatário ou atorizatário), autoridades portuárias e trabalhadores avulsos. Eles devem ser imunizados com as vacinas da AstraZeneca/Oxford, produzidas pela Fiocruz.