A Prefeitura de São Vicente anunciou mudanças na direção do Hospital Municipal (antigo CREI). De acordo com a secretária de Saúde do município, Michelle Santos, isso faz parte de um plano de reestruturação, que deve ser percebido pela população em até 40 dias. “É a maior unidade de atendimento à saúde e também a com maior número de críticas da população, temos plena ciência disso”, disse em entrevista ao Bom Dia Cidades, da Santa Cecília TV, nesta sexta-feira (18).





Para ela, houve uma situação atípica por conta da pandemia e logo que a nova gestão assumiu, a situação se agravou. No entanto, estão lutando por grandes mudanças, a fim de melhorar e o serviço oferecido.





Santos contou que, em primeiro momento, foi decidido dar continuidade para não interromper ou “dar choque” no atendimento. “Mas agora, com conhecimento das nossas condições contratuais, dos fornecedores e situação geral, começamos a fazer mudanças, visando a reestruturação”, explicou.





O novo plano contará com a participação de médicos conceituados, que já fazem parte da rede do município. Eles irão integrar a equipe de gestão do Hospital e trabalharão efetivamente para humanizar atendimento e revisar protocolos.





Gerencia de enfermagem





Há 20 dias, segundo a secretária, a gerencia de enfermagem também sofreu mudanças. “Queremos dar um choque de gestão. Chegou o momento. A ideia é que entre 30 e 40 dias, a população já enxergue mudanças.





Pronto-Socorro Central





Parte da reestruturação na unidade visa retirar o Pronto Socorro de dentro do hospital. “Nós já começamos a fazer um projeto e licitar para que a gente consiga mudar a médio prazo o Pronto-Socorro de dentro do Hospital Municipal. Isso permitirá que ampliemos leitos, oferecer melhores condições para os servidores e consequentemente, melhorar todo o atendimento”.