ADULTERAÇÃO - Uma operação conjunta da Polícia Civil, Guarda Municipal e do Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem), na segunda-feira (8), resultou no fechamento de um posto de combustíveis em Praia Grande.





Segundo a Regional do Ipem-SP, os fiscais constataram indícios de adulteração nas placas das bombas e no combustível comercializado no posto.





Anteriormente, os fiscais do Ipem tentaram realizar fiscalizações no posto localizado na Avenida Ministro Marcos Freire, no bairro Esmeralda, mas não obtiveram sucesso nas investidas. A explicação é que os funcionários sempre desligavam a energia elétrica, impossibilitando a ação.





Ainda de acordo com o Ipem, o estabelecimento foi autuado por vários erros encontrados. Entre eles estão as bombas que foram deslacradas. Agora, os componentes apreendidos serão encaminhados para elaboração de laudo pericial, e após os laudos periciais, os mesmos serão encaminhados para a Secretaria da Fazenda de São Paulo (Sefaz), para cassar a inscrição do ICMS do estabelecimento.





Em 2020, a regional do Ipem-SP verificou 594 bombas medidoras em Praia Grande, sendo 533 aprovadas e 61 reprovadas.





Até esta terça-feira (9), o Ipem-SP verificou em 2021, 61 bombas medidoras no município, sendo 57 aprovadas e quatro reprovadas (houve a constatação da verificação de fraude metrológica nas bombas medidoras as quais ficarão interditadas e seus componentes apreendidos).