Duas escolas de Itanhaém tiveram as aulas suspensas por sete dias após a identificação de um surto de casos de covid-19. De acordo com a prefeitura, há seis confirmações de pessoas com a doença, e outras duas estão em investigação. 





A medida foi tomada após a Vigilância Sanitária e Epidemiológica da cidade ser notificada para realizar a investigação dos casos ocorridos na Creche Gioconda Fagá, e também na E.M. Sílvia Marasca. Além das duas instituições, outras casos estão sendo registrados em outras unidades de saúde, que também já estão em investigação.





Segundo a administração municipal, é considerado surto quando há dois ou mais casos com vínculo no mesmo ambiente.





Na manhã desta sexta-feira (20), a Secretária de Saúde, Dra Guacira Nóbrega Barbi, e o prefeito, Tiago Cervantes, estão reunidos para reavaliar a questão do uso de máscaras no ambiente escolar e reforçar as medidas sanitárias, como a higienização das mãos com álcool em gel.





A prefeitura reforça que a cobertura vacinal das crianças de 5 a 11 anos é de 93,1% com a primeira dose e 54,3% com a segunda, e que a imunização desse grupo foi realizada nas escolas, devendo voltar na próxima semana para alcançar os faltantes da segunda dose.





Medidas de prevenção e controle





De acordo com a administração municipal, aqueles que foram diagnosticados com a doença  deverão permanecer em quarentena por 7 dias, sejam eles servidores, professores ou alunos. Eles serão monitorados quanto à adesão ao quarentena e manifestação de sintomas.





Além disso, aqueles que apresentarem os sintomas da doença devem ser encaminhados para uma unidade de saúde para avaliação clínica e investigação laboratorial.