Foi entregue a primeira etapa das obras na Travessia Santos/Guarujá, na manhã desta quarta-feira (01), em Guarujá, pelo secretário estadual de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto, e o diretor-geral do Departamento Hidroviário, José Reis. O novo atracadouro misto - destinado ao embarque e desembarque de pedestres, bicicletas e veículos - vai proporcionar ganho na logística operacional e mais segurança para os usuários, já que ciclistas e pedestres terão espaço exclusivo para fazer a travessia.





A nova estação funcionará das 5h às 23h30, e, nos horários de maior movimentação, duas embarcações serão destinadas somente para pedestres e ciclistas. Além deste, outro atracadouro misto será entregue, reformado, em janeiro de 2022. Isso sem contar a reforma completa da balsa FB-24, que, com capacidade para transportar 62 carros e 248 pedestres, será entregue a tempo de dar reforço na Operação Verão + Seguro 2021/22.





“A entrega deste atracadouro é importante para o sistema de travessias em Santos e Guarujá. Estamos reservando um espaço seguro para pedestres e ciclistas, e dando agilidade também ao transporte de veículos. Tudo isso representa mais segurança e qualidade de vida para a população”, afirmou João Octaviano.





As obras estão sendo realizadas sem recursos públicos e foram contratadas pela empresa responsável pelo navio, que danificou as plataformas de embarque em junho deste ano.





A Travessia Santos/Guarujá apresenta um Volume Diário Médio de 6,2 mil ciclistas e 100 pedestres. O Departamento Hidroviário tem agido para manter a operação do sistema, com segurança, e reduzir os impactos aos usuários, mesmo com as limitações impostas pelo acidente. Os usuários são orientados através dos Painéis de Mensagens Variáveis (PMV) sobre restrições e tempo de espera nas travessias.





Concessão das travessias





Durante o evento, o secretário falou também sobre a concessão das Travessias Litorâneas. “O lançamento do edital é outra boa notícia. Ao dar espaço para a iniciativa privada, o Governo de São Paulo pretende modernizar, ampliar e melhorar o serviço das travessias para a população”, afirmou.





O Governo de São Paulo publicou nesta terça-feira (30), no Diário Oficial do Estado, o edital para a concorrência internacional da concessão do Sistema de Travessias Litorâneas com investimentos previstos de R$ 272 milhões ao longo dos 30 anos de contrato. O leilão deve acontecer no dia 30 de março de 2022, na sede da B3, na capital.





Travessias litorâneas





O DH tem realizado investimentos importantes no sistema, o que já permitiu uma melhora significativa e um atendimento mais ágil aos usuários. Além disso, há três anos o valor da tarifa não é reajustado.





Desde 2019, onze embarcações reformadas foram entregues, a manutenção passou a ser 24 horas e os usuários ganharam novos canais de informação em tempo real. Com esses investimentos, as travessias litorâneas contaram, nas duas últimas temporadas de Verão, com a maior quantidade de embarcações dos últimos cinco anos e redução significativa na média do tempo de espera.





Travessias Litorâneas





Santos/Guarujá       Bertioga/Guarujá       São Sebastião/Ilhabela       Iguape/Juréia       Cananéia/Ilha Comprida  Cananéia/Continente       Santos/Vicente de Carvalho       Cananéia/Ariri.