A Guarda Ambiental de Praia Grande flagrou duas construções irregulares em área de manguezal no loteamento Caieiras, que fica no bairro Tupiry. No local, um barraco de madeira e um alicerce de alvenaria foram erguidos. As construções irregulares foram demolidas na terça-feira (5). Nenhum responsável foi encontrado.





A construção em madeira chegou a receber telhado e apresentava características de que seria ocupada a qualquer momento. Perto do barraco, o início da construção de uma casa em alvenaria delimitava um lote irregular, aberto em meio ao manguezal. Tudo foi removido e a área limpa para que a vegetação possa se reestabelecer.





De acordo com o inspetor da Guarda Ambiental, Fábio Marques, o manguezal é uma área de extrema importância para várias espécies e animais, e ainda sujeita a alagamentos. “Além de prejudicar o meio ambiente, não é um local seguro para pessoas morarem”.





A população pode ajudar denunciando invasões em toda a Cidade, por meio do telefone 153, da Guarda Ambiental, ou pelo 162, o canal da Ouvidoria Municipal.