Cabos de telecomunicação furtados de vias públicas foram encontrados parcialmente queimados em um ferro-velho localizado na Praça Iguatemi Martins, na Vila Nova, durante uma força-tarefa de fiscalização, realizada nesta quarta-feira (4), na Região Central e no Morro São Bento, em Santos. Identificado por um funcionário da empresa Vivo, o cabeamento apreendido pode ser prova de um crime de receptação.





Ao perceber a chegada dos agentes de segurança, o responsável pelo comércio fugiu do local. Um catador que se encontrava no recinto foi levado como testemunha para o 4º Distrito Policial, na Vila Mathias, para onde foi encaminhada também a fiação produto de furto.





Sem alvará para funcionamento, o imóvel será interditado.  





Força-tarefa





Cinco estabelecimentos foram vistoriados durante a operação, que incluiu, pela Prefeitura, Guarda Civil Municipal (GCM), Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), Secretaria de Meio Ambiente (Semam), Secretaria de Finanças (Sefin), Ouvidoria Transparência e Controle (OTC) e Secretaria de Serviços Públicos (Seserp).





Pelo Estado, houve apoio da Polícia Militar e da Polícia Civil.Também participaram funcionários das empresas de telecomunicação Vivo e NET/Claro e da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). 





Irregularidades





Na Avenida Bandeirantes, no Morro São Bento, um ferro-velho foi intimado a fechar imediatamente por falta de alvará de funcionamento. Já na Avenida São Francisco, na Vila Nova, um outro estabelecimento do ramo recebeu multa de R$ 2 mil por não afixar, conforme determina a lei, o documento de autorização para a atividade no local.