O estudante do terceiro semestre de Psicologia da Universidade Santa Cecília (Unisanta), Matheus Parize, decidiu sair do convencional e realizar um sonho. Sendo assim, agora o seu novo endereço é a sua Kombi em frente à faculdade.





“Sempre tive o sonho de ter uma motorhome, sempre amei viajar, e sempre que ia viajar, ia com o carro, deitava no banco de trás do carro e dormia, porque eu não tinha dinheiro para comprar uma Kombi”, contou.





Então, Parize começou a guardar dinheiro para realizar o seu sonho. Chegou um momento em que ele tinha o suficiente para comprar um carro, mas ainda não tinha para a Kombi. Portanto, comprou o carro e começou a trabalhar como motorista de aplicativo.





“Juntei o dinheiro, vendi o carro e fui atrás da perua. Encontrei essa Kombi lá em Santa Catarina, fui até lá buscar, e a volta já foi a primeira viagem. Nunca tinha viajado em uma motorhome. Então, não sabia ao certo se ia me adaptar a isso. Mas de cara me apaixonei completamente, percebi que aquilo ali era a minha vibe”.





Estudante realiza sonho e mora dentro de kombi em frente à faculdade
(Foto: Arquivo pessoal)




Kombi se transformou no seu lar





Por não gostar de ficar em um lugar fixo e para economizar no aluguel, o estudante decidiu não usá-la apenas para viagens, e a transformou no seu lar. “Fico dentro de um lugar que me sinto completamente bem e seguro, em diversos sentidos. Não só no sentido de roubo, mas ali dentro é o meu cantinho, é onde me sinto confortável para ser eu”.





A Kombi, que Parize apelidou carinhosamente de Joelma, já tem até Instagram, onde registra diversos momentos. Além disso, ele tem uma companhia especial, Zeca, o seu cachorro.





Matheus Parize chegou a fazer dois anos de Direito, em São Paulo, mas de acordo com ele, quando começou a fazer estágio percebeu que "não era a sua praia". No entanto, diz estar amando fazer Psicologia, e que agora "se encontrou totalmente". Além de ter feito várias amizades na Unisanta.





Por fim, de acordo com ele, "superou as expectativas". “Está sendo perfeito. Fiz amizade com a galera daqui. Tem umas meninas do ensino médio que vão visitar o meu cachorro quase todo dia. O Nilo da portaria já é meu parceiro. Está uma delícia”.