PANDEMIA – Desde o início da pandemia do novo coronavírus, os hemocentros de todo o país estão preocupados com os níveis dos estoques de sangue e de hemoderivados.


O Ministério da Saúde estima que, em 2020, os números tenham caído de 15% a 20% no total de doações de sangue em comparação a 2019. Houve situações em que o ministério precisou acionar o plano nacional de contingência e transferir milhares de bolsas de sangue de unidades da Federação em situação mais folgada para outras onde o nível dos estoques era considerado crítico.


Em Santos, não é diferente. A equipe de reportagem do #Santaportal entrou em contato com a Santa Casa e com o Guilherme Álvaro, que confirmaram a necessidade de doação de todos os tipos sanguíneos o quanto antes.


Na Santa Casa, as doações podem ser feitas das 7h às 16h, de segunda a sexta, e das 7h às 11h no sábado. Já no Guilherme Álvaro, o horário é das 8h às 12h30, de segunda a sexta-feira.


Restrições da doação de sangue


Não pode doar sangue quem:



  • Quem estiver com febre, resfriado, gripado ou com sintoma de qualquer outra doença viral;

  • Quem tiver ingerido bebida alcoólica socialmente nas 12 horas que antecedem a doação;

  • Quem fez tatuagem, maquiagem definitiva ou piercing nos últimos 12 meses;

  • Quem possuir piercing na cavidade oral ou na região genital;

  • Quem possui histórico de doenças hematológicas ou renais, câncer, diabetes, epilepsia, sífilis, doença de Chagas, malária ou lepra (hanseníase);

  • Pessoas com história de infecção pelos vírus da Hepatite B ou C, da AIDS, HTLVou parceiros sexuais destes;

  • Usuário de drogas. 


Recomendações para doação de sangue



  • Voluntário deve ter entre 18 e 69 anos (desde que a primeira doação tenha sido feita antes dos 60 anos), ser saudável e pesar mais do que 50 kg;

  • Doador não deve ir em jejum. O ideal é aguardar duas horas após o almoço e uma hora após lanche/café da manhã;

  • É fundamental levar documento de identidade com foto.

  • Menores (16 e 17 anos) podem doar com autorização escrita dos responsáveis;

  • Mulheres podem realizar 3 doações em 12 meses, com intervalo mínimo de 3 meses;

  • Homens podem realizar 4 doações em 12 meses, com intervalo mínimo de 2 meses.