Em Santos, Hospital Vitória começa a funcionar a partir de hoje; foco é a Covid-19Fabiano Roma/Santa Cecília TV
SANTOS - Reformado pela Prefeitura para atender especificamente os pacientes de covid-19, o Hospital Vitória, que dispõe de 130 leitos de campanha, começa a funcionar a partir de hoje. O equipamento de saúde está em fase final de higienização. Fábio Ferraz, secretário de Saúde de Santos, visitou as novas instalações na manhã de hoje.

O Hospital Vitória vai abrigar 130 leitos do Sistema Único de Saúde, sendo 17 Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e 113 de enfermaria. A cessão gratuita do edifício ao Município ocorreu por meio de um termo de comodato assinado com o United Health Group Brasil, proprietário da operadora de saúde Amil. O contrato é válido até 31 de dezembro.

Situada na Rua Monsenhor Paula Rodrigues, 193, na Vila Belmiro, a unidade conta com recursos estaduais de R$ 19 milhões para custeio durante o período da pandemia. A verba está incluída no repasse de R$ 30 milhões anunciado pelo Governo do Estado. Ao todo, serão disponibilizados 350 novos leitos hospitalares na Baixada Santista, sendo 50 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 300 de enfermaria.

A gestão do Hospital Vitória será compartilhada entre a Prefeitura e a organização social (OS) Instituto Social Hospital Alemão Oswaldo Cruz, por meio de aditamento do contrato para gerenciamento do Complexo Hospitalar dos Estivadores. O custeio mensal da unidade é de R$ 4,8 milhões. O Município também busca recursos do Ministério da Saúde para a operação.

Para funcionamento da unidade, são estimados 500 profissionais, sendo 260 contratações diretas (CLT) e outras 250 indiretas, entre médicos, enfermeiros, nutricionistas, vigilantes e agentes de limpeza.

Na parte elétrica, as intervenções incluíram revisão de toda a fiação pré-existente no edifício, instalação de ramais para os 82 novos leitos e restruturação da iluminação. Na área de atendimento, foram implantados sanitários e chuveiros, além de sistemas de chamada de enfermagem. Houve também readequação da rede de gases hospitalares.

Para os profissionais de saúde, foram construídos vestiários masculino e feminino e espaços de descontaminação, com isolamento de rotas para garantia de fluxo seguro das equipes. Houve, ainda, pintura geral do edifício.

Após a pandemia, os aparelhos e leitos adquiridos para equipar a unidade de campanha serão aproveitados em outros equipamentos públicos de saúde.

Ao todo, a rede hospitalar da Cidade (unidades públicas e privadas) conta atualmente com 699 leitos para pacientes da Covid-19. Na rede SUS, sob gestão municipal, entraram em operação 283 leitos, distribuídos entre o Complexo dos Estivadores, Santa Casa de Santos, Beneficência Portuguesa, Hospital de Pequeno Porte (HPP) e nos hospitais de campanha Afip e Hospital de Campanha UPA Zona Leste.

noticia2020522414724.jpg
Fabiano Roma/Santa Cecília TV