Com imagem atrasada, corte salarial fez jogadores receberem apenas 18% do salário no SantosPedro Ernesto Guerra Azevedo/Divulgação Santos FC

SANTOS FC - Além do corte de 70% do salário, os jogadores do Santos também enfrentam problems com o direito de imagem, que está atrasado até quatro meses para uma parcela do elenco. A informação é do portal UOL.

Como o salário desses atletas fica dividido em 60% pela CLT e 40% é pago em direito de imagem, alguns jogadores receberam o equivalente a 18% de seus salários em maio. Isto porque, o corte salarial feito pela diretoria santista foi calculado em cima do valor recebido em CLT.

Internamente, o corte nos salários causou um desconforto grande no elenco alvinegro. A direção do Santos se defende alegando que pagou uma parte dos salários, enquanto não chega a um entendimento com os jogadores para uma redução nos ordenados, durante a pandemia do novo coronavírus.

Cobrado por torcedores nas redes sociais, o atacante Marinho desabagou sobre a situação e expôs os problemas financeiros do clube. “Não preciso provar para ninguém o meu caráter, todos que me conhecem sabem, então, fique em paz amigo! Se fosse por dinheiro já teria saído do clube, 4 meses que não recebo, estou por respeito e por gostar do clube (sic)”, disse o camisa 11 do Peixe, nesta terça-feira (19).

Segundo advogados especializados em direito desportivo, jogadores que estão com quatro meses de direito de imagem atrasado já podem pleitear na Justiça uma rescisão contratual.