Marcelo Teixeira: "Pandemia só foi possível porque governos ouviram os médicos por último"Reprodução

BOM DIA CIDADES - O presidente do Sistema Santa Cecília de Comunicação, Marcelo Teixeira foi o convidado de hoje do Bom Dia Cidades. Ele defendeu, entre outros pontos, que os governos ouçam com mais atenção as autoridades da área da saúde. “A origem de toda essa pandemia está em decisões equivocadas dos governos, que esconderam casos e trataram a epidemia de forma administrativa e econômica, sem ouvir os profissionais da saúde”.

Ele ressaltou que, no Brasil, não foi diferente e as medidas foram apenas paliativas, quando deveriam ter sido preventivas. "Nesse aspecto, vale ressaltar e parabenizar o trabalho dos prefeitos da região. "Talvez não seja a primeira vez mas é muito bom ver momentos como este, que são raros, em que há união em torno de soluções metropolitanas para os grandes problemas da região".

Ele lembrou que, dentro do Complexo Educacional Santa Cecília, as medidas foram ágeis e efetivas. “Quando tivemos acesso às informações reais, o Complexo Santa Cecília adotou imediatamente as medidas necessárias, como suspensão das atividades presenciais e a ênfase no Ensino à Distância, adequando o presencial à tecnologia. Foi um esforço comum para atender aos alunos neste momento”.

Ele lembrou ainda que o Colégio Santa Cecília também adotou, de forma imediata e uma semana antes das outras escolas, ampliando os conteúdos complementares que já eram apresentados às crianças.

SISTEMA DE COMUNICAÇÃO
As medidas, de acordo com as novas determinações do governo do Estado, foram ampliadas ao Sistema Santa Cecília de Comunicação, levando em consideração a especificidade do trabalho jornalístico. “

A programação da Santa Cecília TV sofreu alterações, claro, por causa do risco de contaminação. Entrevistas em estúdio foram substituídas por links ao vivo, em locais abertos. No estúdio ficarão apenas as apresentadoras Natalie Nanini, do Bom Dia Cidades, e Jamile Guimarães, do Caderno Regional. Os tradicionais “povo-fala” também vão ser deixados de lado neste momento, pelo risco de contaminação.

A missão do Sistema Santa Cecília, garante Marcelo, vai muito além de informar e esclarecer. É também a de dar exemplo. “Nada melhor do que uma tevê regional, que tem toda a sua programação voltada para o jornalismo, dar o exemplo, adotando medidas de distanciamento e fornecendo máscaras e álcool gel aos funcionários para reduzir o risco da contaminação”.

SOLIDARIEDADE
Marcelo também comentou algumas reportagens exibidas no Bom Dia Cidades. Elogiou a atitude do empresário que montou uma mesa comunitária para atender às pessoas mais carentes nestes tempos de quarentena e lembrou que a Unisanta está à disposição da Região Metropolitana, com suas salas de aula, para receber e atender aos doentes. “O Campus Santa Cecília está com suas portas abertas para que sejam adaptadas para atendimento das pessoas que tenham necessidade”.

O presidente do Sistema Santa Cecília falou ainda sobre fé. “Aprendemos na nossa família que Deus sempre manda sinais. Ele mostra sua grandeza tanto no pôr do sol maravilhoso do fim de tarde quanto neste momento em que famílias estão desunidas e os lares, destruídos e acontece algo que faz com que as pessoas tenham que voltar para casa”.

JOGOS OLÍMPICOS
No fim do programa, Marcelo Teixeira comentou ainda a possibilidade do adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio. “Todas as confederações do mundo já se manifestaram em contrário à data atual. Não é momento de pensar em interesses comerciais e financeiros. Além do risco à saúde de atletas, voluntários e público, temos a questão da preparação dos atletas, que foi muito prejudicada pela quarentena. Seriam jogos sem público e com baixo nível técnico. A melhor saída é o adiamento".