GUARUJÁ - O frentista que foi atropelado por um carro que invadiu um posto de gasolina na noite da última terça-feira (11), em Guarujá, teve quatro costelas quebradas por causa do acidente. As imagens das câmeras de monitoramento registraram esse impressionante atropelamento.

Em contato com o Jornalismo do Sistema Santa Cecília de Comunicação, o gerente do estabelecimento, Abimael Jesus Simões, pai de do frentista Mikael Silva Simões, de 22 anos, explicou a situação do seu filho.

“Ele está em recuperação, vai fazer uma cirurgia, pois quebrou quatro costelas. Estamos aguardando a recuperação dele. (O meu filho) está passando por cuidados médicos no (Hospital) Santo Amaro. Quem está arcando com as consequências até agora, pagando as despesas (médicas), é o proprietário do posto. O ocorrido foi sério. Ainda bem que o caminhão dos Bombeiros estava aqui e ajudou a prestar socorro”, disse Abimael.

noticia20202134329712.jpg
Arquivo Pessoal/Abimael Jesus Simões

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o acidente ocorreu por volta das 18h10 de terça, em um posto de gasolina na Avenida Santos Dumont, no bairro Jardim Boa Esperança. Aliás, no momento do acidente viaturas dos bombeiros estavam abastecendo no local, que fica próximo do quartel da corporação.

As imagens das câmeras de monitoramento do posto mostram que uma motocicleta estava sendo abastecida pelo frentista, quando o veículo invadiu o posto desgovernado e o atropelou. O impacto da colisão foi tão forte que o carro atingiu também o condutor da moto e derrubou a bomba de combustível. Um outro funcionário do estabelecimento conseguiu escapar do atropelamento.

Os bombeiros ajudaram no atendimento às vítimas. O frentista ficou embaixo do automóvel e precisou ser encaminhado para o Pronto-Socorro de Guarujá. Depois, o funcionário do posto foi encaminhado para o Hospital Santo Amaro.

Veículo tinha acabado de sair da concessionária
A nossa reportagem também entrou em contato com o proprietário do carro, que não estava dirigindo o veículo no momento do acidente, pois ele ainda precisa tirar a carta de habilitação. Um rapaz que trabalha com ele estava na direção do carro na hora do atropelamento.

Segundo o proprietário do automóvel, eles tinham acabado de tirar o carro da concessionária e resolveram parar no posto para abastecer. O homem que estava dirigindo o automóvel perdeu o controle da direção, ao tentar brecar e acabou acelerando, invadindo o posto. O dono do veículo contou ainda que vai prestar assistência ao frentista.

O caso foi registrado como lesão corporal culposa na Delegacia Sede de Guarujá, porém a polícia apenas vai investigar o atropelamento quando a vítima ou a sua família entrar com uma representação pedindo a continuidade das investigações.

noticia20202134445571.jpg
Reprodução