Americana é a primeira estrangeira a morrer por coronavírusREPRODUÇÃO/ Agência Brasil
CORONAVÍRUS - Uma norte-americana de 60 anos que estava hospitalizada em Wuhan, na China, se tornou a primeira vítima estrangeira do coronavírus, anunciaram hoje as autoridades locais.

A confirmação da morte foi feita pela embaixada dos Estados Unidos em Pequim. Segundo a sede diplomática, a vítima faleceu na última quinta-feira (6), no hospital Jinyintan, na cidade epicentro da doença.

Além dela, um idoso japonês que também estava internado morreu com sintomas parecidos aos da gripe, relatou o Ministério das Relações Exteriores do Japão, afirmando que a causa do óbito foi dada como pneumonia viral, embora houvesse a suspeita dele ter sido contaminado com o coronavírus.

Até o momento, a epidemia de coronavírus já deixou 723 mortos e 34.598 casos confirmados, de acordo com balanço do governo Chinês divulgado na mídia local. Ao menos 2.050 pessoas já se recuperaram do vírus.