Emocionado, Rodrygo se despede do Santos e projeta futuro no Real Madrid


7 dias atrás
Por: Caio Bibiano / #Santaportal - Em 12/06/2019 às 16:01
Emocionado, Rodrygo se despede do Santos e projeta futuro no Real Madrid Patrícia Nunes/Santa Cecília TV

SANTOS FC – Impedido de jogar o clássico contra o Corinthians por conta do desacerto do Santos com a CBF, Rodrygo se despediu do Peixe na tarde desta quarta-feira (12), em entrevista coletiva, no CT Rei Pelé. Ao lado do presidente José Carlos Peres, Rodrygo agradeceu os torcedores e treinadores do clube pelo período em que passou na Vila Belmiro.

“Estava me segurando para não chorar. É um momento que passa todo o filme desde que cheguei aqui até a realização do sonho que é jogar no maior clube do mundo que é o Real Madrid. Quero agradecer a todo mundo do clube, todos os treinadores que tive. Não vou falar muito, não gosto de ficar chorando na frente de todo mundo. Estou muito emocionado e dizer para todo torcedor santista que vou sentir muita saudade e vou levar o Santos sempre no meu coração”, afirmou Rodrygo.

Sem poder fazer o jogo de despedida com a camisa santista, Rodrygo receberá uma homenagem do clube no intervalo do clássico desta quarta. Ele não conseguiu escolher qual foi seu melhor momento na equipe praiana. “É difícil falar, escolher um momento. Isso não tem preço, sair daqui pela porta da frente, ter feito de tudo pelo clube. Isso é o que fica. Fico feliz por sair com o carinho de todos e todos gostando de mim”, disse o atacante.

Mesmo sem ter ganho um título pelo Santos nos seus quase dois anos como profissional, Rodrygo não vê isso como uma frustração. “O carinho de todos é muito importante. Dei meu máximo em tudo. Se não pude conquistar o título, não vou sair frustrado por isso. Em um dos momentos mais difíceis da história, pude ajudar (financeiramente). Não querendo me gabar, mas esse foi um dos maiores títulos que dei para o Santos”, afirmou o atacante.

De malas prontas ao Real Madrid (Espanha), Rodrygo projetou o seu novo desafio na Europa. ”Espero as melhores coisas possíveis. Creio que minha apresentação vai ser um grande sonho”, completou.

Peres critica CBF
O presidente José Carlos Peres abriu a coletiva criticando duramente a CBF pela não liberação de Rodrygo. Ele foi convocado pela seleção brasileira para o Torneio de Toulon, na França, e não foi liberado pela entidade para fazer os últimos jogos pelo time alvinegro. Sua última partida foi no empate com o Internacional-RS, por 0 a 0, no dia 26 de maio, na Vila Belmiro, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

“Hoje é um dia alegre, mas ao mesmo tempo triste. É a despedida do Rodrygo hoje. Não fosse a CBF ser ditadora, em algo que ela não poderia ser, porque os clubes fazem a CBF, que tem de entender o problema dos clubes e entender o desconforto. O Santos foi eliminado da Copa do Brasil, não queremos fugir da responsabilidade, mas tivemos a baixa de três jogadores, um deles o melhor: o Rodrygo. Isso fez com que a gente entrasse mais fraco em campo. Nos deu prejuízo técnico e financeiro. Só esse desabafo inicial”, disse Peres